25.5.10

Quando o exemplo vem de cima.
Ver, [aqui]
, quem são estas pessoas
Av. das Forças Armadas, Lisboa
Situação habitual da faixa BUS, onde não há memória de alguém ter sido incomodado por a utilizar indevidamente
Av. João XXI, Lisboa
Do lado Sul: paragem da Carris no estado que se documenta.
Ao mesmo tempo, do lado Norte...

.
VIEMOS hoje a saber que os preços dos transportes públicos vão subir (3 a 4%) porque dão muito prejuízo. Tudo bem. Mas que tal começarem, antes, por permitir que eles circulem normalmente? E, já agora, porque não poupar rios de dinheiro, pondo a mexer a multidão de incompetentes que são pagos para tratar disso e não o fazem - ou fazem mal e porcamente?

5 Comments:

Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Três notas:

1 - De vez em quando, o Governo fala, e muito bem, da importância das energias renováveis na independência energética do país.

2 - A economia de energia fóssil está intimamente relacionada com o uso dos transportes públicos - que, portanto, têm de ser acarinhados e ver a sua missão facilitada.

3 - Se a única forma que arranjam para resolver os problemas financeiros das empresas é aumentando os preços... então não precisamos de ministros para nada, pois até o empregado do café aqui da rua é capaz de o fazer.

25 de maio de 2010 às 22:22  
Blogger 500 said...

Aquelas pessoas são pindéricas. Já se viu um tal desaforo? De transportes públicos?

25 de maio de 2010 às 23:41  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Pouco depois de tiradas as fotos de baixo, a PSP que se vê na imagem foi-se embora, não tendo feito absolutamente nada para resolver o bloqueio da faixa sul da avenida.

Aliás, a PSP (pelo menos em Lisboa) há muito que se demitiu do combate ao estacionamento selvagem.
Tem mais de 600 agentes, mas deixa isso aos cuidados da P.Municipal e da Emel, com os resultados que se conhecem.

O que é irritante é o ar satisfeito dos "responsáveis" por essa vergonha:
Desde o MAI até ao presidente da CML (passando pelo vereador da Mobilidade), não se lhes nota qualquer preocupação séria, nem dão sinais de tencionarem combater o flagelo eficazmente.

26 de maio de 2010 às 13:10  
Blogger GMaciel said...

Aqui por Almada aconteceu o mesmo. Depois da criação da Ecalma, a PSP está-se nas tintas para o estacionamento em infracção.

Certa vez e por causa do estacionamento indevido na minha zona, falámos com o Comissário do trânsito e percebemos perfeitamente que existe uma guerra silenciosa entre a PSP e a Câmara de Almada.

Não será precisamente pela criação destas empresas municipais? É que as multas resultam em 40% do seu montante para a entidade que as passa para ale´m de que a polícia sente que lhes é retirada autoridade.

Problema complexo ou o eterno determinismo português na manutenção dos feudos?

26 de maio de 2010 às 15:59  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

O que é irritante é que não podemos despedir esses incompetentes - desde o agente que fecha os olhos até ao autarca que se está borrifando para o problema.

Dir-se-á que os podemos despedir nas próximas eleições. Pois sim, mas para os substituir por quem?

Em Lisboa, p.ex., alguém ouve o Santana Lopes (a quem pagamos para fazer Oposição) falar destas coisas? E, quando ele esteve no poder, o caos não era exactamente o mesmo?

E o BE? E o PCP? Onde estão, também, que ninguém os ouve?

26 de maio de 2010 às 17:52  

Publicar um comentário

<< Home