12.12.14

Raios partam…

Por Pedro Barroso
Um amigo do Sócrates, ao que parece, comprou-lhe as casas da mãe acima do preço e ofereceu-lhe uma casa de 3 milhões de euros no bairro mais chique de Paris – o XVI ème, em nome dos velhos tempos de escola.
Um amigo do Ricardo DDT deu-lhe uma prenda de 14 milhões como lembrança de uns negociozitos em Angola
O Sr. Aníbal de Belém soube por amigos, com devida antecedência, que o BPN ia “género” fechar para balanço e lucrou umas centenas de milhares em acções, levantadas à pressa, enquanto elas ainda valiam qualquer coisa
Dizem que o sr Loureiro, de Aguiar da Beira, comprou umas ilhas em Cabo Verde, uns resorts de luxo – coisitas assim…- mas tudo também com uns donativos de amigos por identificar;
o Duarte Lima ganhou uns milhões num negócio com outros amigos nuns terrenos perto do Tagus Parque, em Oeiras
O Portas foi visto, - dizem pessoas maldosas...- de óculos, respirador e barbatanas, a ir passar fins-de-semana ao Bugio com um batiscafo de bolso que recebeu duns amigos alemães, como pequena comissão, na compra de dois submarinos de tamanho inteiro.
O Vara, mais pobre, coitado, esse só recebeu umas canastras de peixe do armador Godinho - mas ao preço a que o robalo está, mesmo assim …
Uma coisa eu sinto, sinceramente,
Lamentavelmente,
ESTOU MUITO DESILUDIDO COM OS MEUS AMIGOS!

Etiquetas:

3 Comments:

Blogger José Batista said...

Pois, como se diz na minha terra, "quem quer bons amigos, arranja-os"; ou: "quem não tem amigos morre moiro".

Agora, nos casos referidos, seguramente é tudo gente que age por motivos de rectidão e... solidariedade.

Pelo menos, ninguém, de boa fé, pode admitir a presunção de culpabilidade. Ora essa! E muito menos fazer julgamentos na praça pública, até porque as patifarias que vamos pagar também não foram praticadas à vista de todos.
Chamam-lhe qualquer coisa como o ónus da prova, mas talvez lhe pudéssemos chamar o bónus à trapaça.
Vemos, ouvimos, lemos e... pensamos, mas convém que estejamos caladinhos.
De resto, isso já foi obrigatório. Porque não outra vez?

12 de dezembro de 2014 às 22:51  
Blogger brites said...

você detesta o estado de direito.
prefere condenar sumariamente,não é?1

13 de dezembro de 2014 às 17:31  
Blogger opjj said...

Só por má formação de berço se diz que Cavaco Silva foi buscar uns milhares de acções.É uma mentira pura.Ele fez o que eu fiz, mesmo sem perceber de acções, comprei por 2,75€ e vendi ainda mais caro que Cavaco Silva.Mais, comprei acções a 6 contos e vendi a 76 contos.Uma desproporção ainda maior.Mais ainda, acções duma seguradora com valor de 100 escudos, houve quem desse 120 contos.Só tenho pena de ter tido apenas 300 contos, senão hoje seria rico.Todas as grandes fortunas enriqueceram na bolsa.Todo o mundo fazia isso. Porque não diz que noutras acções ele perdeu dinheiro?

Afinal o Homem foi a votos e ganhou maiorias.
Seja honesto.

14 de dezembro de 2014 às 10:06  

Publicar um comentário

<< Home