28.4.14


?

3 Comments:

Blogger José Batista said...

Supostas notícias num suposto país com um suposto sistema de justiça, em que supostamente se fala claro, para pessoas que supostamente acreditam no que lhes dizem e no que elas próprias dizem e fazem.
Onde está a dúvida?, em Portugal quem rouba é, quando muito, um suposto ladrão. Sem punição. Especialmente se for um grande (suposto) ladrão.
O hábito faz o resto.

Porém, neste caso, pode tratar-se apenas de ignorância.

28 de abril de 2014 às 16:16  
Blogger 500 said...

Politicamente (jornalisticamente?) correcto ou mera incompetência?

28 de abril de 2014 às 22:14  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Palavras como "alegado" e "suposto", aplicadas a pessoas acusadas mas não condenadas, tem toda a lógica.
O que não tem lógica é, na mesma notícia (e na mesma frase!), dizer-se que uma pessoa "roubou" e que "supostamente roubou".

29 de abril de 2014 às 10:01  

Publicar um comentário

<< Home