24.10.05

Os selos do eclipse

LOGO que o eclipse anular do Sol de 3 de Outubro terminou, a pequena estação de correios de Miranda do Douro lançou selos alusivos ao eclipse. Encontraram-se aí muitos filatelistas e muitos jovens a beber todos os momentos da cerimónia.
Não é todos os dias que Miranda do Douro é capital nacional da filatelia. Mas nessa data merecia-o com razões redobradas.
Foi nessa cidade fronteira que o eclipse anular se despediu do nosso país.
Foi esse o último ponto do solo nacional onde foi possível ver o anel de luz do eclipse.

Os selos são um testemunho da apreciação que as sociedades têm pelos eventos.
O facto de terem surgido em 3 de Outubro de 2005, com imagens rigorosas do Sol no máximo do eclipse em três localidades diferentes, constitui um depoimento de um momento precioso.
Estes selos estão à venda junto com outros de relógios de Sol.
Usá-los é mostrar aos nossos correspondentes a sorte que tivemos em ser bafejados com um eclipse anular.
Mas é mostrar-lhes também que apreciámos o fenómeno, que ele não passou despercebido e que temos orgulho em o termos vivido.

(Adapt. Expresso)

2 Comments:

Blogger Mónica said...

É curioso... Mas há duas semanas que ando "em busca" destes selos, e nas estações de correios às quais me dirigi nem sequer ouviram falar dos mesmos. Passar-se-á algo? Já os alusivos aos relógios de sol encontrei-os, e são, por sinal, muito engraçados...

27 de outubro de 2005 às 23:33  
Blogger Mónica said...

Found it

9 de novembro de 2005 às 09:14  

Enviar um comentário

<< Home