29.6.10

A PROPÓSITO da crónica anterior, encontrei, em arquivo, muitas imagens que bem podiam ilustrar o respectivo título. Mas este anúncio, com o seu "M/F" de faz-de-conta, também não está mal; pelo menos, sempre é melhor do que um outro, que em tempos vi: «Precisa-se de rapaz com moto (M/F)» - mas, pensando bem, este ainda tinha desculpa, pois há motos e motas...

1 Comments:

Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Já agora:

Muitos anúncios (até mesmo oficias) referem o "M/F" a seguir ao "Precisa-se" e não a seguir à profissão em causa, quando está no masculino.

Deverá ser, p. ex.,

ADMITE-SE PROFESSOR (M/F)

e não

ADMITE-SE (M/F) PROFESSOR

---

NOTA: A obrigatoriedade legal da indicação "M/F" prevê uma excepção:

É quando a actividade em causa tem MESMO de ser exercida por pessoas de um determinado sexo, como "amas de leite" ou "dadores de esperma".
Bem... pelo menos, até ver...

29 de junho de 2010 às 09:10  

Publicar um comentário

<< Home