14.6.11

Alguém viu e quer comentar?

2 Comments:

Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

A versão que está no cinema, apesar de ter mais de 2 horas, é apenas uma parte da obra original, feita para a TV.

Deve vir daí o aspecto "desconchavado" que por vezes o filme tem.

De qualquer forma, e mesmo com muita ficção, o essencial é verdadeiro e preocupante.

É curioso saber-se que "Carlos", actualmente a cumprir prisão perpétua em França, poucas objecções colocou ao filme, quando o visionou.

14 de junho de 2011 às 21:14  
Blogger Carlos Antunes said...

Deixo aqui a minha opinião:


Olhar a intimidade de Carlos é ver o homem que começou com ideais e coragem terminar rendido ao que faz de um ser humano indigno de nota.

http://splitscreen-blog.blogspot.com/2011/06/carlos-por-carlos-antunes.html

15 de junho de 2011 às 14:31  

Publicar um comentário

<< Home