12.3.15

Processo de canonização do bem-aventurado Aníbal Cavaco Silva

Por C. Barroco Esperança
Há muito que se exige um postulador da causa do bem-aventurado Aníbal, que preenche os requisitos para a beatificação e posterior canonização, exceto a defunção que, embora simulada, não aconteceu ainda.
É injusto que a subida aos altares se atrase por incúria do bispo de Lisboa a quem cabe, segundo a Constituição Divinus perfectionis Magister e a instrução Sanctorum Mater, por iniciativa própria ou a pedido de fiéis, a competência de investigar sobre a vida, virtudes ou martírio e fama de santidade e milagres atribuídos. O bispo do Algarve está arredado porque o ditoso é mártir e obra milagres longe de Boliqueime, noutra diocese, tal como Fernando de Bulhões, de Lisboa, que acabou a obrar em Pádua.
Dado que o senhor bispo da Guarda se recusa a libertar-me do batismo, encontro-me na condição de «fiel», apto a solicitar a inquirição do bem-aventurado que, há muito, devia ser considerado Servo de Deus pela Congregação para a Causa dos Santos. As virtudes em grau heroico, que o exornam, já deviam tê-lo elevado a Servo de Deus "Venerável".
Não é preciso alegar o longo e piedoso casamento, nem a bondade com que carrega este Governo para reconhecer nele um mártir que a Igreja convidou para presidir à Comissão de Honra para a canonização do então beato Nun’Álvares Pereira. O milagre de ter sido reeleito PR era bastante para ser declarado santo por aclamação popular.
E obrou outros para os quais não são precisos médicos para assinarem curas pífias como a cura do olho esquerdo de D. Guilhermina de Jesus, salpicado de óleo fervente de fritar peixe, graças à intercessão do Beato Nuno. Os milagres do beato Aníbal, ainda omissos na Congregação para a Causa dos Santos, são públicos e nem os ateus os contestam.

1.º milagre obrado pelo bem-aventurado Aníbal – Empossou a ministra das Finanças em um Governo inexistente, com o CDS ausente e o líder irrevogavelmente demissionário. Foi um ato heroico e o milagre, que nunca tinha sido obrado na História do cristianismo romano, estupefez os créus e a todos maravilhou.

2.º milagre obrado – A transubstanciação de uma fraude fiscal do primeiro-ministro em odor pré-eleitoral, transformação evidente da substância de um delito noutra substância, o reclame ao PSD, com núcleo benzénico ou odorífero.

3.º milagre obrado, embora desnecessário, à guisa de IVA canónico – É o único Servo de Deus com a graça concedida de um sorriso das vacas açorianas.

Com estes milagres, que nem um pétreo ateu pode contestar, o bem-aventurado Aníbal torna-se digno de ser levada aos altares e receber a mesma veneração em todo o mundo, concluindo assim o processo de Canonização.
A Pátria anseia ver o beato Aníbal criado santo e a exornar o Calendário hagiológico romano.
Ponte Europa / Sorumbático

Etiquetas:

8 Comments:

Blogger SLGS said...

NÃO HÁ DÚVIDAS:
É UMA FIXAÇÃO!

12 de março de 2015 às 16:17  
Blogger lino said...

Para quem se encontrava "bem integrado no regime" salazarento a defunção aconteceu em 1974. O que por ali anda não passa de um espectro transformado em eucalipto.
Abraço

12 de março de 2015 às 20:00  
Blogger Henrique ANTUNES FERREIRA said...

O meu Amigo Carlos aqui do Sorumbático tem carradas da razão; no entanto, no melhor pano cai a nódoa, e faltam algumas obras pias na lista que apresenta.

A) O sucesso com que apadrinhou a troica (ainda que a Senhora de Fátima o tivesse inspirado através
da Dona Maria;

B) A concessão de reformas a agentes da PIDE ao mesmo tempo que a recusava à viúva de Salgueiro Maia;

C) A definição da figura do seu sucessor; e outros milagres mais.

Desculpa Barroco,mas as verdades têm de ser ditas

Abç

12 de março de 2015 às 20:11  
Blogger 500 said...

Olha só! O Henrique já comenta, o que significa que está um pouco melhor.
Quanto ao post, subcrevo

12 de março de 2015 às 22:02  
Blogger Carlos Esperança said...

Henrique Antunes Ferreira:

Se referisse todos os milagres e, sobretudo as graças recebidas pelo bem-aventurado, esperava-me um Ensaio.

Abraço.

12 de março de 2015 às 22:42  
Blogger opjj said...

Pelo corte de comentários vê-se que é um tipo isento.Comportamento igual ao Salazar. E está esta gentalha a querer vender peixe podre.

13 de março de 2015 às 10:22  
Blogger Carlos Esperança said...

opjj:

Apesar do seu anonimato, afirmo-lhe que nunca aqui apaguei um único comentário. Mas espero sempre calúnias dos que estão em comissão de serviço da central de intoxicação do atual Governo.

13 de março de 2015 às 22:50  
Blogger opjj said...

Não é anonimato é a sigla do meu nome.
Há infinitas siglas, até de E.T.

14 de março de 2015 às 10:10  

Enviar um comentário

<< Home