28.12.05

É velha mas tem graça

A BITOLA dos caminhos-de-ferro dos EUA é de 4 pés e 8,5 polegadas.

Porque foi usado este número?

Porque era esta a bitola dos caminhos-de-ferro ingleses e, como os caminhos-de-ferro americanos foram construídos pelos ingleses, esta medida foi a usada.

Porque é que os ingleses usavam esta medida?

Porque as empresas inglesas que construíam os vagões eram as mesmas que construíam as carroças antes dos caminhos-de-ferro e utilizaram as mesmas bitolas das carroças.

Porque era usada a medida (4 pés e 8,5 polegadas) para as carroças?

Porque a distância entre as rodas das carroças deveria caber nas estradas antigas da Europa que tinham esta medida.

E porque tinham as estradas esta medida?

Porque estas estradas foram abertas pelo antigo império romano aquando das suas conquistas, e estas medidas eram baseadas nos carros romanos puxados por 2 cavalos.

E porque é que as medidas dos carros romanos foram definidas assim?

Porque foram feitas para acomodar 2 traseiros de cavalo!

Finalmente...

O vaivém espacial americano, o Space Shuttle, utiliza 2 tanques de combustível (SRB - Solid Rocket Booster) que são fabricados pela Thiokol no Utah.

Os engenheiros que projectaram estes tanques queriam fazê-lo mais largos, porém, tinham a limitação dos túneis ferroviários por onde eles seriam transportados, que tinham as suas medidas baseadas na bitola da linha, que estava limitada ao tamanho das carroças inglesas que tinham a largura das estradas europeias da época do império Romano, que tinham a largura do cu de 2 cavalos.

Conclusão:

O exemplo mais avançado da engenharia mundial em design e tecnologia é baseado no tamanho do cu do cavalo romano!

(Env. por leitor anónimo)

4 Comments:

Blogger Polux2 said...

Eh!Eh!Eh!

Que Jano, ao abrir as portas de 2006, lhe traga a si e aos seus as maiores felicidades.

Abraço.

28 de dezembro de 2005 às 12:07  
Anonymous Anónimo said...

Raramente deixo qualquer comentário, mas é sempre com muito agrado que faço as minhas visitas a este blog (por culpa do autor :) ).
Desejo-lhes (para si e para os seus) um próspero Ano Novo.
Leitura

28 de dezembro de 2005 às 16:17  
Anonymous Anónimo said...

Também me sinto no dever de vos saudar a todos, mas principalmente Carlos Medina Ribeiro. Bom ano novo e continuem connosco, por favor. Vamos precisar muito da vossa inteligência e humor, sobretudo se o vesgo tuga entregar as chaves de Belém ao boneco articulado...

28 de dezembro de 2005 às 16:54  
Anonymous Anónimo said...

Ah! Eu também estou no emprego e vejo que não só só eu a visitar neste momento o Sorumbas... fixe! Também vos desejo bom ano novo, mas discordo do anónimo anterior: o boneco é mais desarticulado que articulado. E não vai pra Belém, ok?? hein??

28 de dezembro de 2005 às 17:05  

Enviar um comentário

<< Home