23.6.06

Que não lhe doam as mãos!

«(...) O Ministério das Finanças vai enviar uma carta a cada um dos devedores identificados, que terão dez dias para responder».

UMA VEZ tomadas as precauções para que não haja enganos, e uma vez avisados e re-avisados os faltosos (ainda por cima só os GRANDES), só há que dizer: «Força neles!».

Quanto a punir os responsáveis que, por omissão, permitiram que se chegasse a este ponto... já percebemos que o melhor é esquecer.

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

E o Estado quando se atrasa (e de que maneira!) nos reembolsos e outros? Também não deveria ficar na "lista dos caloteiros"?

26 de junho de 2006 às 12:08  

Publicar um comentário

<< Home