20.7.09

Será por falta de "arame"?


Sugere-se aos leitores que comparem este par de fotos, tiradas ontem, com outras semelhantes de há 11 meses - ver [aqui].

É DE COISAS como esta que eu falo, quando refiro a total insensibilidade de 'certos autarcas' quando estão em causa, não as GRANDES obras, mas sim os pequenos problemas, quantas vezes de fácil resolução.
E é com pena que vejo que a maioria dos eleitores se prepara para votar em função - apenas - das suas preferências partidárias, e não daquilo que fazem, fizeram ou tencionam fazer os eleitos a quem pagam o ordenado.
.
«Há quem não perdoe às rosas o facto de não servirem para salada»

10 Comments:

Blogger Manolo Heredia said...

Oh homem, deixe lá as buganvílias crescerem outra vez! Não vê que os muros-de-suporte têm que ter manutenção de tempos a tempos? Ou quer que o Príncipe Real desabe sobre a R. Cecílio de Sousa um dia destes?

20 de julho de 2009 às 13:59  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Aqui deixo 2 notas:

1 - Para efeitos de eleições legislativas, preocupa-me, naturalmente, a ideologia dos partidos concorrentes.

Mas para as autárquicas "outros valores mais altos se alevantam", pelo que não me importaria de votar no PS em Lagos (Júlio Barroso), no PSD em Tavira (pelo menos, nos tempos de Macário Correia), etc

-

2- Veja-se o extremo oposto, o caso de Saramago, que não vive em Lisboa (nem sequer em Portugal):
Apoia A. Costa apenas por militância de "esquerda".

Que vivência tem ele de Lisboa, no que toca a coisas tão concretas como passeios intransitáveis, carros em 2ª fila, ecopontos que não são despejados, passadeiras que não são pintadas, polícia que não aparece quando faz falta, etc?!

Note-se que o próprio A. Costa foi morar para Sintra...

20 de julho de 2009 às 14:00  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Manolo,

Julgo que não conhece o local pois, durante anos e anos, essas buganvílias cobriam as paredes até cima; e, como digo no link, vinha gente de longe para as ver e fotografar.

Elas precisam de apoios, como muito bem sabe quem colocou os arames do lado esquerdo (mas só desse lado e só até meia altura!).

20 de julho de 2009 às 14:04  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Para ver o pormenor dos arames, é necessário clicar nas imagens, ou ver as duas que indico no "link" da legenda.

20 de julho de 2009 às 14:08  
Blogger dana_treller said...

Há muita coisa pequena que, de facto, poderia ser facilmente mudada em Lisboa. Mas não creio que essa responsabilidade deva ser imputada ao presidente da câmara, ou à câmara em si... Lisboa, como todos os conselhos do País, tem freguesias e presidentes de Junta de Freguesia. Acho que deve ser deles a responsabilidade destas pequenas coisas...

Enquanto morei em Lisboa, nunca ouvi falar do presidente da minha Junta de Freguesia, saí de lá sem saber quem era o dito (note-se que nem em tempo de campanha eleitoral se ouvia falar de semelhante figura). Perdeu-se nessa cidade grande o hábito de conhecer a cara de quem nos pode resolver os problemas. É uma pena, porque a maioria dos problemas dos Lisboetas não são o túnel, a doca ou o metro. Apesar dessas coisas serem muito importantes, as paredes pintadas, os drogados à porta de casa ou as buganvílias sacrificadas são tão ou mais importantes.

20 de julho de 2009 às 14:21  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Nesta rua mora, há largas dezenas de anos, um familiar meu.

O passeio do lado esquerdo, quem sobe, tem pilaretes para que os carros não o ocupem. Há um par de anos, alguns deles foram retirados por causa de uma obra, e nunca repostos.

Esse meu familiar tem escrito para a Junta de Freguesia a reclamar. Sabem que resposta(s) tem tido?

20 de julho de 2009 às 17:21  
Blogger dana_treller said...

:)

Que é responsabilidade da Câmara?

20 de julho de 2009 às 17:39  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Não. Até agora, nunca respondeu...

20 de julho de 2009 às 17:46  
Blogger dana_treller said...

Fantástico...

20 de julho de 2009 às 17:48  
Blogger Eva Gonçalves said...

Nas autárquicas, a única preocupação deve ser com a competência e com as propostas apresentadas.Concordo. Por esse motivo já votei em vários partidos, desde o CDS, PSD e PS,de acordo com as pessoas envolvidas. Acrescento que não moro em Lisboa...
E mais...esta atitude, foi transferida para as eleições europeias...em que nem em partido votei... e será aplicada nas legislativas... não me revejo em nenhum partido político, pelo que sou completamente "colour blind"... infelizmente, tentar votar no mais competente, torna-se digamos assim, tarefa difícil...
No caso concreto, nem sequer é imcompetência...é a tão simples falta de respeito pelos cidadãos,pelos funcionários públicos de autarquias locais, que tem mais que fazer que responder a cartas e resolver problemas de fácil resolução... ainda estou para saber o que fazem as Juntas de freguesia, de tão imprescindível para o País... não iam acabar com elas por serem basicamente inúteis??

20 de julho de 2009 às 17:54  

Enviar um comentário

<< Home