11.2.16

Passos Coelho, o lobo-ibérico num país incauto

Por C. Barroco Esperança
(Divagando entre a política lusa e a vida selvagem)

Passos Coelho é um exemplar da subespécie do lobo-cinzento, que já chegou ao poder na Hungria e na Polónia, ameaçando disseminar-se pela Europa.

É um pouco menor e mais esguio do que as outras subespécies do lobo-cinzento, talvez pelo reduzido habitat em que se move. Vive em alcateia e beneficia da forte organização hierárquica. O número de animais da alcateia varia entre os 3 a 10 indivíduos, o bastante para ordenar ataques a presas maiores. Foi assim que tomou o Congresso que o fez líder do PSD, os órgãos de comunicação e as redes sociais.

Bastaram Miguel Relvas, Marco António, Paulo Júlio e poucos mais para o conduzirem à liderança do PSD, primeiro, e do País, depois. Subjugaram bichos de maior porte, por métodos ainda mal-esclarecidos, depois de terem absorvido a voraz alcateia do CDS.

Recentemente, a alcateia alargada, após quatro anos de poder e robustas cumplicidades, estava convicta da sobrevivência. Não contou com o fojo de paredes convergentes, uma estrutura elaborada, desde tempos remotos, caída em desuso há mais de dois séculos.

O fojo é a armadilha para caçar lobos e a que usou António Costa, cuja estatura política, dimensão cultural e experiência administrativa era incomparavelmente superior, foi a de paredes convergentes, mais complexa do que a comum, usando, em vez de duas paredes tradicionais, quatro [PS+BE+PCP+PEV], até empurrar a alcateia para o fosso.

Agora, é do fosso que Passos Coelho uiva hossanas à social-democracia, depois de ter dito ao Expresso, em maio de 2011, que não passava de resquício histórico do PSD. Era então o lobo-ibérico famélico do ultraliberalismo que reuniria os cúmplices, de S. Bento a Belém e do Largo do Caldas à Rua de S. Caetano à Lapa.

Hoje, o líder da carnívora alcateia ultraliberal promete devolvê-la ao regime vegetariano da social-democracia. Há de uivar sozinho, porque podem ruir as frágeis paredes do fojo erguido por António Costa, mas já não será o PSD a querer tirá-lo do fosso.

O governo de Passos Coelho passou de agência de empregos a ativo tóxico do PSD.

Etiquetas:

4 Comments:

Blogger opjj said...

Cá está o tipo perfeito a botar faladura.Perdeu em tudo o que acalentava e prognosticava até agora e não se enxerga. Espere pelo seu talentoso ACosta mais uns tempos e verá os danos.Pior é o povo que vai levar na corneta pelos irresponsáveis e toscos.
O pior é que os cegos aceitam levar na cabeça tudo e com prazer desde que sejam da cor.

11 de fevereiro de 2016 às 19:13  
Blogger Fernando João Fernandes Oliveira Martins said...

Um blog tão bom e vem cá para o estragar com a sua baixa-política...

11 de fevereiro de 2016 às 20:32  
Blogger José Batista said...

Caro CBE

Ainda que metaforicamente, faça(-me) o favor de não comparar os lobos com certo tipo de indivíduos da espécie humana. Os lobos não merecem.
Mas o "espírito" do texto é certeiro, é sim senhor.

11 de fevereiro de 2016 às 23:29  
Blogger opjj said...

Há certas pessoas que têm o descaramento de me criticarem, quando não distinguem estes comentários violentos e perversos ao caracter das pessoas. Eu não ofendo ninguém, contesto escritos tendenciosos e maus.
Se quiserem escrevo de acordo para agradar. É isso que pretendem?

12 de fevereiro de 2016 às 19:57  

Enviar um comentário

<< Home