26.1.06

Grave...

1 - A notícia:
2 - A explicação:

3 - O upgrade que aí vem:

--

http://dn.sapo.pt/2006/01/26/sociedade/julgamento_exfuncionaria_procuradori.html

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Em Portugal, pelos vistos, ainda há pena de morte.
É que O RIDÍCULO MATA!

26 de janeiro de 2006 às 08:57  
Anonymous Anónimo said...

"A GNR sabe quem foi o autor do disparo que atingiu o suspeito. O militar em causa, que já recebeu apoio psicológico, entregará a sua arma à Brigada de Homicídios da PJ, encarregue das investigações. Será instaurado um inquérito interno, paralelo ao do Ministério Público, “para apurar se houve negligência do militar ou se agiu em legítima defesa”, disse ao CM fonte da GNR. Em caso de negligência, as penas vão desde a simples suspensão até à prisão."

Acho que descobri porque as armas da GNR estão quase sempre encravadas.

26 de janeiro de 2006 às 09:31  
Anonymous Anónimo said...

Estava a preparar-me para escrever um comentário, mas não o vou escrever, pois concordo com o primeiro comentário.

26 de janeiro de 2006 às 09:59  

Publicar um comentário

<< Home