20.6.08

O mais difícil

ANO NOVO, VIDA NOVA. É um provérbio comum a muitos países e pertença de muitos povos. Mas será, por certo, o ditado mais traído de quantos são atribuídos à sabedoria popular.
Acontece, naturalmente, assim, porque «Ano novo, vida nova» se trata de uma manifestação de intenção que, posteriormente, não encontra tradução na prática, não se consuma na vida real. Por estas e por outras, também o povo diz que «de boas intenções está o inferno cheio».
No início, um novo ano, como este agora iniciado, é uma mão-cheia de nada, que é como quem diz um espaço onde cabem todos os sonhos que gostaríamos de ver realizados.
(...)
Ler o texto integral [aqui].

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger antónio m p said...

Desde que o Joaquim Letria escreveu mais esta enternecedora história, o que terá mudado?

Creio que são cada vez menos as bolas de trapo e cada vez mais... os chutos.

Mas virão mais anos e serão todos novos... a princípio - como diz o autor acerca dos cadernos escolares.

21 de junho de 2008 às 00:59  

Publicar um comentário

<< Home