18.10.08

O Totobola dos totós

PENSE-SE O QUE SE PENSAR dos sucessivos líderes do PSD, uma coisa é certa: Manuela Ferreira Leite surgiu como uma ruptura contra uma certa forma de fazer política em que se especializaram, com mais ou menos sucesso, pessoas como Alberto João Jardim, Luís Filipe Menezes e Santana Lopes.
É, pois, com alguma perplexidade que vemos este último em vias de se apresentar como candidato do partido à Câmara da capital, numa eleição praticamente simultânea com a das legislativas - onde o PSD aparecerá tendo, à cabeça, alguém que se identifica, no essencial, como o oposto do Menino Guerreiro.
Pois bem; se a ideia do PSD é apresentar-se aos eleitores de Lisboa com uma espécie de dupla no Totobola (1-2), talvez não fosse mau ter em conta que Santana pode fazer com que, por comparação, o sofrível António Costa até pareça aceitável - já que falámos de Totobola... esse é que é o "xis" da questão.
-
Este texto veio a ser publicado, como 'carta ao director', no Público de 23 Out 08

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger R. da Cunha said...

Valha-nos (-vos), que isso por aí vai ficar animado.

18 de outubro de 2008 às 22:17  
Blogger R. da Cunha said...

Este comentário foi removido pelo autor.

18 de outubro de 2008 às 22:17  

Publicar um comentário

<< Home