29.11.08

Quem não sabe jogar decreta

Por Ferreira Fernandes
QUARTO ÁRBITRO já há, quinto árbitro (as imagens gravadas) está para vir, não pára a vontade de mais árbitros. E o sexto árbitro é Bruxelas! Foi discutido em Biarritz, França, pelos ministros dos Desportos: a União Europeia não devia meter-se mais no futebol?
Agora que soltaram da mão as cenouras tortas e os tomates disformes, apeteceu aos funcionários europeus meter mais pé na bola redonda.
A França tem um ministro, Benard Laporte, que não perdoa os sucessivos Waterloos com que o Manchester United e outros Chelseas castigam os clubes franceses de que não me lembro dos nomes. Daí que Laporte, jogando em casa, tenha avançado para o encontro de Biarritz com a intenção de ganhar na secretaria.
Queixa: é injusto que a Inglaterra compre todos os bons jogadores e treinadores, desvirtuando o resultado final. E este é: nas quatro últimas finais da Liga dos Campeões houve sempre equipas inglesas e nenhuma francesa.
Lá saiu uma resolução para estudar um mínimo de nacionais nas equipas de futebol. Ora eu gosto do Leixões, que quase só tem portugueses, e do Manchester, que quase não tem ingleses, por razões que escapam as controlo de passaportes.
«DN» de 29 de Novembro de 2008

Etiquetas: ,

3 Comments:

Blogger Táxi Pluvioso said...

Portugal devia entrar nessa luta. Que diabo! é uma pedra basilar da nossa familiar forma de ser.

29 de novembro de 2008 às 16:19  
Blogger O Raio said...

A União Europeia tenta meter-se em tudo e mais alguma coisa...! Apre!!!

29 de novembro de 2008 às 19:58  
Blogger Sepúlveda said...

Faz todo o sentido que a UE se meta em tudo o que for possível.
Quais foram as razões (e interesses) para a sua criação?
Em parte dá resultados vantajosos para o comum do cidadão. E na outra parte...

29 de novembro de 2008 às 23:28  

Enviar um comentário

<< Home