18.3.09

Casas de passe

Por Joaquim Letria
OS DEPUTADOS não se dão ao respeito. Imaginem a vergonha lá fora: num total de 230, os parlamentares portugueses, com grande número em “part-time”, conseguiram fazer 244 substituições! Não se conhece nenhum parlamento assim. Com tantas entradas por saídas só casas de passe!
Os recordistas foram os laranjinhas, mas os socialistas, logo atrás, não ficaram muito distanciados, e até os pequeninos, como os verdes e os bloquistas, aprenderam depressa a rotatividade dos interesses, uma realidade a que nem o PCP escapa, absorto pelo imobiliário no poder local.
A vantagem deste regabofe é ficarmos desobrigados e podermos pagar na mesma moeda. Como nem conhecemos os nossos queridos representantes, não ofendemos ninguém em particular se deixarmos um cesto de manguitos em São Bento, votando em branco, em vez de continuarmos a contribuir para as pensões destes cavalheiros.
«24 Horas» de 18 de Março de 2009

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger CNS said...

O que me preocupa é que cada vez mais acredito que os maus políticos não são mais que maus eleitores com poder....

18 de março de 2009 às 16:43  
Blogger Táxi Pluvioso said...

Chama-se virar frangos.

20 de março de 2009 às 07:03  

Publicar um comentário

<< Home