23.6.09

A procura inteligente

Por Nuno Crato

O SENHOR A. escreveu-me de Viseu com um pedido. Por razões legais, precisava de saber a cubicagem de um poço existente na sua propriedade e não se lembrava como se calcula o volume de um cilindro. Tinha-o contudo medido e sabia que tinha 2,5 metros de diâmetro e 5 de profundidade. Fiz-lhe com gosto os cálculos, que são muito simples, mas fiquei a pensar como poderia o assunto ser resolvido pelo próprio, sem interferência de outrem.
Evidentemente, o senhor A. sabia bastantes coisas. Sabia que se tratava de um cilindro e que bastava conhecer o diâmetro de uma secção e a sua altura para calcular o volume. Não sabia dar os passos seguintes. (...)

Texto integral [aqui].

Etiquetas:

4 Comments:

Blogger Olivia said...

Fiquei curiosa e fui espreitar. Bastante interessante.
Estas sugestões são sempre bem vindas para quem gosta de descobrir e aprender.
Quando ouço a Rádio Europa também vou despertando para alguns temas interessantes

23 de junho de 2009 às 15:38  
Blogger Mg said...

Explorei o site muito superficialmente, mas devo dizer que é fantástico!!!

Obrigadissimo!

23 de junho de 2009 às 21:02  
Blogger Américo Tavares said...

Um exemplo espectacular, digo eu, confinado ao cálculo integral:

integrate (x/tan x) dx from x=0 to pi/2



(pi/2)ln 2.

Outro exemplo ainda mais espectacular é

integrate (x/tan x) dx .

Ficando só no âmbito matemático (incluindo a Matemática Aplicada) o que me impressiona é a disponibilização gratuita deste programa de cálculo simbólico.

27 de junho de 2009 às 21:26  
Blogger Américo Tavares said...

Para ficarem com uma ideia mais clara do meu comentário anterior os leitores poderão ver o meu artigo "Cálculo automático de um integral difícil que me resistiu aos métodos matemáticos usuais", de 2008/12/03, no meu blog(ue)

problemas | teoremas

(problemasteoremas.wordpress.com)

Aproveito para fazer publicidade a uma série de Problemas do mês (português/inglês) que iniciei recentemente, indo apenas no segundo. No blogue existe uma versão também em pdf.

Américo Tavares

28 de junho de 2009 às 11:08  

Enviar um comentário

<< Home