6.9.12

Nem tudo são más notícias!

Em cima:um dos tocos de Lisboa, tal como se mostrava em 2 de Agosto, na Av. Almirante Reis.
Em baixo: o mesmo ex libris, um mês depois, já depois de ter por lá passado o barbeiro da autarquia.

5 Comments:

Blogger José Batista said...

Bom, pelo menos agora sempre alguém mais cansado pode usar o toco como banquinho para descansar um pouco as pernas, enquanto apanha banhos de sol, por exemplo, e ouve os ruídos e inala os gases do trânsito.
Mas há uma coisa indubitavelmente boa, se nós quisermos aceitá-la: reparem, qualquer carro mais pesado e mais robusto pode deitar pilaretes abaixo e vir parar acima do passeio. Ora, e o toco é muito capaz de impedir essa situação... durante algum tempo.

6 de setembro de 2012 às 18:06  
Blogger R. da Cunha said...

E um dia destes vem outra foto do toco com o cocó e o xixi dos cãezinhos. Vai uma aposta?
Falando de apostas: um tal jantar de marisco nunca mais sai?

6 de setembro de 2012 às 19:07  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Os prémios de lagosta (mas não só...) mantêm-se - ver [AQUI].

O motivo por que não são atribuídos fica à consideração de cada um...

6 de setembro de 2012 às 21:02  
Blogger Táxi Pluvioso said...

Bolas, nem deixam as árvores crescer à vontade, esperava-se que cobrar impostos bastasse para satisfazer a classe líder da nossa sociedade.

7 de setembro de 2012 às 06:52  
Blogger O olhar do lobo said...

Quem escreveu este post é um autêntico ignorante da natureza e do seu bem-estar, na realidade, para haver fotossíntese têm que haver folhas logo cortar os ramos é condenar a árvore à morte e francamente acho que isso não deve ser motivo de sarcasmo por parte de pseudo-intelectuais da treta.

23 de setembro de 2012 às 00:22  

Enviar um comentário

<< Home