12.5.05

Problemas (electro)domésticos

(Desenho de Sergei, feito especialmente para o «SORUMBÁTICO»)

O que é preocupante nos casos de Isaltino Morais e Valentim Loureiro é a verdadeira obsessão que se apoderou deles - contariando o mais elementar bom-senso e até os respectivos partidos.

Note-se que eles "não se oferecem" para candidatos - eles QUEREM SÊ-LO, PRECISAM DE O SER, PARECEM DESESPERADOS, como se morressem se tal não acontecesse!

O certo é que me fazem lembrar uma banda desenhada do saudoso Guarda Ricardo quando se aproximavam as primeiras eleições livres em Portugal.

Dizia ele, num monólogo que cito de memória:

- Chefe, quero votar! Chefe, preciso de votar! Chefe, estou à-rasquinha para votar! Olhe, Chefe, se calhar ainda voto mesmo aqui!

Claro que, nos casos em apreço, onde está "votar" deve ler-se "voltar"...

--

(Publicado no «Diário Digital» de 16 Maio 05 com o título «Os aflitinhos»)

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Ontem e hoje o «Canal História» deu novamente uma longa reportagem sobre Pablo Escobar.

Apesar de ser um dos maiores criminosos recentes (falamos de Hitler e Estaline, mas quantos MILHÕES de pessoas esse homem matou ou desgraçou?), Pablo tinha grande apoio na sua terra.

Nomeadamente, dava dinheiro ao povo e investia em clubes de futebol (isto não nos faz lembrar nada?).

Com esse apoio popular, chegou a ser eleito para o Congresso da Colômbia!

Duarte

12 de maio de 2005 às 12:03  

Publicar um comentário

<< Home