10.5.05

Curiosidade comercial - 2

«A rapidez de um raio!» ou «Um raio de rapidez!»

RECENTEMENTE, a minha mulher incumbiu-me de levar uma saia a um ateliê chamado «Costura rápida» para que lhe subissem um pouco a baínha. Paguei adiantado, trouxe o talão respectivo, mas ao fim do dia ia levando com o rolo-da-massa:

É que o prazo indicado era nem mais nem menos do que 11 dias!

Perante o drama conjugal, voltei à loja e reclamei. Então, por grande e especial favor, o prazo foi reduzido para 5 dias.

No fim, não resisti a perguntar como é que explicavam o nome do estabelecimento.

A resposta era simples: havia sido trespassado e tinham mantido o nome.

Curiosidade adicional: a 20 metros dali, uma loja em tudo semelhante faz o mesmo trabalho "em menos de nada" e cobra o mesmo preço.

Não seria o cúmulo vir a descobrir que pertencem ambas ao mesmo dono?

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Atenção ao seguinte:

Diz-se no texto que a loja de "costura rapida" foi tomada de trespasse, passando a ser de "costura lenta".

O que quer dizer que a anterior (que, supõe-se, era de facto rápida)se deu mal com a rapidez.

Daí, tem toda a lógica que o novo empresário (ou empresária) tente uma aproximação ao negócio segundo uma nova óptica:

Se em Portugal tudo anda devagarinho, pode ser que um atelier de "costura lenta" seja bem sucedido.

«Quem sabe lá...?» - como diz um vendedor de lotaria aqui na minha rua.
-
Ed

10 de maio de 2005 às 13:14  

Publicar um comentário

<< Home