13.4.08

Passatempo com prémio

A PROPÓSITO do que Nuno Brederode Santos refere no 4.º parágrafo da sua crónica de hoje, aqui se propõe um passatempo relativamente simples:
Ambos os cavalheiros cujas fotos aqui se vêem escreveram obras em que o maelström tem um papel importante:
Na história contada pelo da esquerda, ele aparece no fim, sendo usado, de certa forma, como saída para a intriga (e, aqui, a expressão saída é quase em sentido literal!)
Por seu lado, na que é contada pelo da direita, o maelström é o centro da história (e, aqui, a expressão centro também é quase em sentido literal!).
Pergunta-se, então: quem eram estes dois escritores e quais as duas obras referidas?
Está previsto atribuir um prémio ao primeiro leitor que der as duas respostas certas: será um exemplar de uma obra de um destes autores, mas cujo título, naturalmente, tem de ser omitido, para já...
NOTA: se (eventualmente, numa segunda fase) alguém quiser dar pormenores sobre o fenómeno e/ou sobre as obras em causa, será muito apreciado.
Actualização: as respostas certas já foram dadas por Tiago C. que, no entanto, dispensou o prémio, oferecendo-o para passatempos futuros.

Etiquetas: ,

2 Comments:

Blogger Tiago C. said...

Senhor da Esquerda: Júlio Verne, "Vinte mil léguas submarinas".

Senhor da Direita: Edgar Allan Poe, "A Descent into the Maelstrom".

13 de abril de 2008 às 13:59  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Tiago C.

Duplamente certo!

Contacte, então, sorumbatico@iol.pt, nas próximas 48h.

13 de abril de 2008 às 14:07  

Enviar um comentário

<< Home