23.7.08

Favor deslocalizar

Por Joaquim Letria

OS RUSSOS DO MUSEU do Hermitage, de São Petersburgo, um dos mais prestigiados do mundo, não estiveram com meias medidas: agarraram nas peças que haviam cedido para Portugal se gabar que tinha cá um pólo com obras do famoso museu e ala, que se faz tarde.
A gente tem de compreender: apreciadores daquelas obras de arte não são assim tantos que justifiquem o risco. A Ajuda tem má reputação internacional, desde que deixaram roubar as jóias da coroa portuguesa dum museu dos Países Baixos e não se esforçaram muito para as recuperar. Depois, um Governo que nem conserta o tecto do José Malhoa do Conservatório, não é gente em quem se possa confiar.
A gente percebe a fuga dos russos. Se a Opel, a Clark, a Delphi e a Singer se piram daqui para fora, deixando um rasto de desempregados, mais razões tem a cultura russa de se pôr ao fresco com o que lhe pertence. Deslocalizem! Façam favor.
«24 Horas» de 23 de Julho de 2008

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Cadinho RoCo said...

Texto desabafo forte. Receba minha visita comentário em solidariedade ao seu sentimento, posto que cá no Brasil vivemos por desalentos semelhantes;
Cadinho RoCo

23 de julho de 2008 às 21:22  
Blogger Joaquim Letria said...

Poxa, Vida! que gostoso topar com almas gémeas que conhecem o gozo deste sofrimento!

24 de julho de 2008 às 18:54  

Publicar um comentário

<< Home