5.12.08

Lisboa desvergonhada

Por Joaquim Letria
CORREIA DE CAMPOS tinha razão. Para ser natural desta Lisboa, mais vale nascer em Badajoz.
Aqui há tempos, a Praça das Flores era cenário. Os cidadãos não podiam passar nem parar porque aquilo era um anúncio da Skoda. Vejam lá se eles filmaram em Praga… Não! Praga é para as superproduções. Lisboa é para os anúncios dos intervalos.
Depois vieram os bólides da Renault para a Avenida da Liberdade. Vrrruuumm, na principal Avenida de Portugal. Vejam lá se foram para os Campos Elíseos…!
Agora, temos uma árvore anã com andaimes da Zon no Parque Eduardo VII, umas bolas de plástico da TMN no Marquês Pombal e no Terreiro do Paço, os CTT nos Restauradores e o Pai Natal com embrulhos no Rossio.
Mérida, Cáceres e Santiago são cidades nossas vizinhas das mais pobres províncias de Espanha, Estremadura e Galiza. Mas são cuidadas, respeitam a História e são governadas com dignidade. Lisboa não tem vergonha.
«24 Horas» de 5 de Dezembro de 2008

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Táxi Pluvioso said...

Para quem é bacalhau basta.

6 de dezembro de 2008 às 15:56  

Publicar um comentário

<< Home