6.12.08

Passatempo-relâmpago (com prémio duplo)

A PROPÓSITO do actual conflito entre o Governo e os professores, desafia-se os leitores do Sorumbático a completarem a frase que adiante se lê.
No entanto, e dado que a questão é demasiado fácil, introduziu-se a seguinte dificuldade: a resposta deverá ser dada num momento tal que os números da hora e do minuto sejam iguais (às 14h14m, p. ex.). A frase em questão é:
Suspeito que Maria de Lurdes Rodrigues nunca leu La Fontaine, pelo menos com atenção. De contrário, faria como a sua colega de governo, Ana Jorge, e aplicaria ao presente conflito o ensinamento contido na fábula «O (...) e o Vento».
Uma dica: a palavra em causa, indicada com "(...)", é uma das duas ocultadas na imagem da capa do livro que aqui se vê - e que, como já se percebeu, será o prémio a atribuir ao primeiro leitor que der a resposta certa nas condições referidas. Actualização-1 (13h24m): uma vez atribuído o prémio, desafia-se agora os leitores a afixarem o texto integral da fábula referida. A hora de afixação deverá respeitar o critério indicado. Dado que está em causa um pouco de investigação, o prémio será um policial da Colecção Vampiro. Actualização-2 (14h23m): o passatempo terminou (v. comentários 7 e 8).

Etiquetas: ,

8 Comments:

Blogger Ana said...

Morrer ao Sol.

6 de dezembro de 2008 às 13:13  
Blogger Marco M. said...

Vamos ver se sou o primeiro.

«O Sol e o Vento»

6 de dezembro de 2008 às 13:13  
Blogger Ana said...

Pois... coloquei apenas o título do livro... :(

6 de dezembro de 2008 às 13:16  
Blogger Marco M. said...

A minha amiga foi mais rápida no gatilho, mas eu fui mais atento na leitura.

6 de dezembro de 2008 às 13:18  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

De facto, Ana precipitou-se (ou não leu a pergunta com atenção).

A resposta certa foi dada por Marco, pois o que se perguntava era qual a palavra que faltava na frase a vermelho e não qual o título do livro (isso aparecia apenas como "dica".

A palavra em falta era "Sol".

-

Pede-se-lhe, pois, que escreva para sorumbatico@iol.pt indicando morada para envio do livro.

-

Atenção que, em breve, haverá uma 2ª questão, a colocar em "actualização".
Até já!

6 de dezembro de 2008 às 13:19  
Blogger Ana said...

"O vento e o sol estavam disputando qual dos dois era o mais forte. De repente, viram um viajante que vinha caminhando.
- Sei como decidir nosso caso. Aquele que conseguir fazer o viajante tirar o casaco, será o mais forte. Você começa, propôs o sol, retirando-se para trás de uma nuvem.
O vento começou a soprar com toda a força. Quanto mais soprava, mais o homem ajustava o casaco ao corpo. Desesperado, então o vento retirou-se.
O sol saiu de seu esconderijo e brilhou com todo o esplendor sobre o homem, que logo sentiu calor e despiu o paletó."

6 de dezembro de 2008 às 14:13  
Blogger Ana said...

"O vento e o sol estavam disputando qual dos dois era o mais forte. De repente, viram um viajante que vinha caminhando.
- Sei como decidir nosso caso. Aquele que conseguir fazer o viajante tirar o casaco, será o mais forte. Você começa, propôs o sol, retirando-se para trás de uma nuvem.
O vento começou a soprar com toda a força. Quanto mais soprava, mais o homem ajustava o casaco ao corpo. Desesperado, então o vento retirou-se.
O sol saiu de seu esconderijo e brilhou com todo o esplendor sobre o homem, que logo sentiu calor e despiu o paletó."

6 de dezembro de 2008 às 14:14  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

A resposta de Ana está certa.
Mas, já agora, [aqui] fica uma versão em melhor português (escolhida pela Editorial Minerva).

6 de dezembro de 2008 às 14:20  

Publicar um comentário

<< Home