16.2.09

Eça e o pensamento 'em pacote' - Passatempo-relâmpago

COMO SE SABE, há por aí muito boa gente cuja cabecinha, parecendo formatada à martelada, funciona na base de "ideias em pacote": Tudo o que é dos 'nossos' é O BEM; tudo o que é dos 'outros' é O MAL! - como recentemente se referiu [aqui]; e é em homenagem a tão limitados cérebros que hoje se propõe o seguinte passatempo:
«Numa crónica pouco conhecida, Eça de Queirós goza com o governo francês que, tendo da Revolução de 1789 uma concepção 'em pacote', se opunha a uma análise crítica das acções dos seus intervenientes. Nessa linha, proibiu a representação de uma determinada peça de teatro em que - um século depois! - eram postas em causa algumas figuras gradas do tempo (e do jaez...) de Robespierre. A pergunta é: qual o título dessa crónica?»
O prémio, a atribuir ao primeiro leitor que der a resposta certa, será um exemplar de um dos seguintes livros, à escolha: «Os Maias» (2 vol.), «Alves & Cia», «A Relíquia», «Contos Escolhidos» ou «A Ilustre Casa de Ramires».
Actualização (15h30m): o passatempo foi ganho por António.

Etiquetas: ,

5 Comments:

Blogger Ana said...

Crónicas de Londres.

16 de fevereiro de 2009 às 15:01  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

A resposta está errada.
De qualquer forma, o que se pergunta é o título DESSA crónica, em concreto. Ou então (também serve):

«Qual o nome da peça, representada uma única vez na Comédie Française - pois foi logo proibida»?

16 de fevereiro de 2009 às 15:11  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Cada leitor poderá dar as respostas que quiser, embora só uma de cada vez e com espaçamentos de, pelo menos, 30 minutos.

16 de fevereiro de 2009 às 15:26  
Blogger Unknown said...

Cartas Familiares e Bilhetes de Paris.
A propósito do Termidor.

16 de fevereiro de 2009 às 15:29  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Certo.

Ver "actualização".

16 de fevereiro de 2009 às 15:34  

Publicar um comentário

<< Home