25.5.09

Os tigres da Malásia

Por Joaquim Letria
JÁ DEVEM TER VISTO a falta de médicos que vai por aí. A gente, nos Bancos dos Hospitais, tem de falar línguas, senão não podemos queixar-nos de nada, nem compreendemos os médicos dessas empresas que os alugam ao Estado Português. E a competência de todos eles?! Não haja dúvida!!
O que nos vale, nestas dificuldades, é a fé do primeiro-ministro. O homem não vacila. Ele já disse, para quem o quis ouvir, que a Ciência vai ser a nossa salvação. Lembram-se da fúria do MIT? Acham que para haver Magalhães não houve muitos portugueses a queimarem as pestanas?!
O primeiro-ministro já anunciou nova parceria: médicos e laboratórios portugueses vão para Harvard.
Não sei se temos alguma coisa a aprender com os “camones”, mas com eles vai ser fulminante: não tarda, só vemos médicos americanos, vestidos de piratas, em congressos na Malásia. Ah, tigres!
«24 Horas» de 25 de Maio de 2009

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger (c) maioria silenciosa: P.A.S. said...

Inércia, estupidez e coorporativismo não é percepcionarmos a falta dos tiradentes do amanhã.

Inércia, estupidez e coorporativismo é passarem trinta anos de manhãs, a chorarmos pelos esquálidos dias do amanhã!

Trinta anos mais virão e mais trinta seguirão e ouviremos os pobres, os hipócritas e os bastonários e ministros: já está para amanhã resolvido o número!

Estará, mas só na condição de bastonário ou ministro, enquanto milhares gritarão: mamãe, mamãe, eu quero ir para médicozinho!

Não, não, meu filho, que aqui a quantidade não faz a qualidade, que é bem melhor a qualidade do não há, que a qualidade do há mais fraquinha!

Mas, Mamãe eu tive um dezasete tão fraquinho?

Pois, tivesses um dezanove que isto não é para gente fraquinha!

25 de maio de 2009 às 12:22  
Blogger Táxi Pluvioso said...

E os portugueses são tão cientistas. Portugal está safo!!

26 de maio de 2009 às 13:57  

Enviar um comentário

<< Home