28.1.10


ANTEONTEM, o programa «Nós Por Cá», da Sic, emitiu uma peça sobre o problema das caixas de correio assaltadas na mesma rua onde esta está - ver [aqui].
NOTA: Estas imagens são do marco que tenho à porta de casa, e que dia-sim, dia-não é arrombado. O problema, que atinge proporções graves, já [aqui] foi referido, em post com fotografias de outras caixas nas mesmas condições, caixas essas agora referidas pela Sic.

3 Comments:

Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

A peça da SIC denuncia uma situação grave:

Um comerciante, meu vizinho, viu ser-lhe roubado um cheque (posteriormente falsificado), no seguimento do assalto à caixa de correio da Estação dos CTT na Av. de Roma.
O pior, é que os Correios, na véspera do assalto, não fizeram o levantamento do correio que lá havia.
========
E vem mais uma vez a questão habitual:
Se os correios não são capazes de efectuar a função para que foram criados, então para que é que servem?
Será que a sua missão principal é vender livros, lotaria (!!) e berloques, como se vê em todas as estações?!

28 de janeiro de 2010 às 14:24  
Blogger Diogo Bobone Carvalho said...

Este comentário foi removido pelo autor.

28 de janeiro de 2010 às 17:56  
Blogger Diogo Bobone Carvalho said...

Também já fui vítima da mesma burla: um cheque dentro duma carta colocada num marco (daqueles pequenos azuis) foi interceptado por alguém, cliente do mesmo banco, que simplesmente o endossou e o depositou na sua própria conta através de um ATM.
Fiz queixa na PSP e denunciei ao Banco de Portugal a situação para forçar a instituição bancária a restituir-me o dinheiro, dado que também tinha sido negligente.
Conclusão: um mês depois tinha o dinheiro de volta e nunca mais voltei a usar cheques.

28 de janeiro de 2010 às 17:58  

Publicar um comentário

<< Home