31.1.10

Mandela: bola branca e preta


Por Ferreira Fernandes

EM CLINT EASTWOOD agrada-me tudo. A começar pelo seu individualismo - a mais autêntica das formas de não ser egoísta - e a acabar na derrota que impôs aos politicamente correctos. Estes chamaram-lhe "fascista" quando ele "era" o inspector Dirty Harry que combatia o crime sem convites para tomar chá, e tiveram de engolir o insulto porque o maior realizador de cinema dos últimos 20 anos, que Clint Eastwood se revelou ser, não pode ser fascista.
Clint Eastwood ama e compreende os homens. Não o género humano. Mas o homem, contado um a um: Bill (Unforgiven), Maggie (Million Dollar Baby), Jimmy (Mystic River), Kowalski (Gran Torino)...
Devia ser extraordinário o encontro entre este génio amante dos homens e o homem dos homens, que, como se sabe, é Mandela. Como se sabe? Mas como é que se sabe que Mandela é tão grande? Oh pá, isso já não sei... Minto, agora já sei. E isso porque Clint Eastwood pegou em Mandela com a delicadeza com que leu as cartas dos japoneses cercados em Iwo Jima. E, então, aquilo que eu julgava saber, que Mandela é grande, vi explicadinho como só um bom professor faz. Clint Eastwood pegou numa bola redonda, bola de preto, alongou-a para bola de râguebi, bola de branco, e mostrou-nos o que é um estadista, um homem que faz uma pátria.
«DN» de 31 Jan 10

Etiquetas: ,

4 Comments:

Blogger Manuel Brás said...

Por um cineasta corrosivo...

Um cineasta corrosivo
coberto de genialidade,
de pensamento incisivo
sobre a dura realidade.

O génio envelhecido
fugindo da banalidade,
merece ser enaltecido
pela sagaz frontalidade.

31 de janeiro de 2010 às 19:18  
Blogger Catarina said...

Creio que vi todos os filmes de Clint Eastwood como actor e todos como realizador.
E subscrevo.

31 de janeiro de 2010 às 21:28  
Blogger mafalda said...

Boa noite

seria possível indicar.me o contacto profissional via email do Professor Doutor António Barreto?
Obrigada

1 de fevereiro de 2010 às 01:17  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Mafalda,

Vou reencaminhar a sua pergunta para A.B.

De qualquer forma, os comentários que afixar num dos 'posts' dele (fotos ou textos, aqui ou no 'Jacaranda') vão para ele.

1 de fevereiro de 2010 às 11:00  

Enviar um comentário

<< Home