15.9.10

O caso do chinelo encontrado morto

Por Ferreira Fernandes

ESTA SEMANA, alguns sites dos jornais portugueses trouxeram o mais interessante título das últimas décadas. Esse texto veio da agência Lusa, e o Expresso e o jornal i pespegaram-no felizmente sem emenda. O título, óptimo, era: "Espinho: 'Não há indício de crime' no caso do chinelo encontrado morto', diz a PJ".
Os títulos são isca e anzol e raramente vi um tão aliciante. Fala-se muito da crise da Imprensa mas houvesse mais histórias destas e não faltariam leitores. Mesmo dando de barato a sugestão da bófia, "não há indício de crime", o caso do chinelo encontrado morto tem daqueles atractivos que antigamente faziam os ardinas apregoar e o povo comprar. Quem encontrou o chinelo morto? (...)
Texto integral [aqui]

Etiquetas: ,

3 Comments:

Blogger GMaciel said...

Eu riria se fosse anedota, infelizmente não é.

:(

16 de setembro de 2010 às 15:34  
Blogger Mg said...

Rio eu!
Ah, ah, ah... Muito bom, mesmo!

Cumprimentos.

17 de setembro de 2010 às 23:08  
Blogger Henrique ANTUNES FERREIRA said...

É sina minha: gostei muitissimérrimo. E, que pena. Sou Ferreira, mas não sou Fernandes...

18 de setembro de 2010 às 00:22  

Enviar um comentário

<< Home