14.9.11

ESTE artigo de Daniel Bessa, de que aqui se mostra apenas o início (clicar em baixo, para aceder ao texto integral) , publicado no «Expresso - Economia» do passado dia 10, chama a atenção para uma 'curiosidade' que escapa à maioria das pessoas:
De cada vez que o governo (por sua iniciativa ou a mando da troika) cria um novo imposto (ou aumenta algum dos existentes), a verba obtida pelo Estado cifra-se, quando muito, em valores da ordem das dezenas de milhões de euros - raramente atingindo a centena.
Ora, e para termos uma ideia de quanto isso significa em termos relativos, o autor põe a nu uma outra verba (de 500 milhões!) - de que pouco se fala, e em que nenhum governo tem querido mexer...

Texto integral [aqui]

1 Comments:

Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Um bom exemplo:

«Pedro Passos Coelho anunciou, durante debate quinzenal no Parlamento, a redução de 27% de cargos dirigentes na Administração Central e a extinção de 162 entidades públicas. O Estado poderá assim poupar 100 milhões de euros».

Comparem-se estes 100 M€ com os 500 que Daniel Bessa refere...

14 de setembro de 2011 às 20:33  

Publicar um comentário

<< Home