13.9.12

«Oslo, 31 de Agosto»

Alguém viu e quer comentar?

1 Comments:

Blogger O olhar do lobo said...

Tendo estado em oslo há uns anos atrás ver este filme foi um deleite. Revisitei aquela cidade maravilhosa e só por isso valeu a pena. Agora sobre o filme, parece-me um filme digno de uma tese, o comportamento nórdico, a interacção humana própria daquele povo, a solidão constante e agonizante do personagem principal, tudo isto assente num argumento forte e equilibrado vai fazer deste filme um grande sucesso internacional. A batalha de um homem viciado em drogas contra os seus próprios demónios, a sua incapacidade para lutar por um novo começo fazem deste filme um retrato puro e duro da angústia deste anti-herói. Talvez por ser algo pessimista gostei do final, quando o filme termina dá a sensação que assistimos a algo próprio do mundo real e não da ficção. Recomendo e garanto-vos que não vão dar o vosso tempo por perdido. A crise existencial abordada do ponto de vista nórdico é também muito diferente dos nossos standards culturais, parece existir um vazio comunicativo e emocional em torno destas personagens. Greta Garbo foi a rainha de hollywood e para mim tinha esse vazio ou distanciamento, chamem-lhe o que quiserem, era isso que lhe dava aquele encanto único. Resumindo, o filme é bom vejam.

17 de setembro de 2012 às 00:52  

Enviar um comentário

<< Home