1.4.19

Apontamentos de Lagos

No mês passado, e a propósito do inesgotável tema lacobrigense “Candeeiros Perigosos”, publicámos 12 fotos, escolhidas entre várias dezenas tiradas ao longo dos últimos 4 anos. De entre elas, destacámos, na altura, a que agora repetimos com o número [1], pois já era a 3ª tampa que o candeeiro recebia e — apostávamos — não iria ficar por aí. Na sequência disso, a EDP contactou o “Correio de Lagos”, tendo explicado que se tratava de intervenções provisórias, e pedindo para ser informada dos casos que necessitassem da sua atenção (o que fizemos de imediato, e com muito gosto), pelo que a situação [1] tem agora o aspecto que se vê em [2]. Aproveitamos, então, para mostrar o caso [3] (a poucos metros do anterior), e também um outro, que se arrasta há muito tempo: trata-se do acesso à Praia das Cabanas Velhas onde, além do infeliz que se vê em primeiro plano, há mais três, um pouco acima, que até já “perderam a cabeça” há bem mais de 1 ano. 
(Colaboração no CORREIO DE LAGOS de Março de 2019)

Etiquetas: , ,

2 Comments:

Blogger Ilha da lua said...

Pensava,que as autarquias tinham equipes de manutenção,que fizessem a verificação dos equipamentos ou que estariam atentas às reclamações dos municipes Manter,é menos dispendioso...Mas,pelo que se vê,é preferível deixar andar e depois fazer de novo Mentalidade de novo riquismo

1 de abril de 2019 às 20:16  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Agora apareceu a EDP a dizer que é com ela...
Mas apenas mete remendos, que por sua vez duram pouco.
Estou farto de perguntar porque não metem as tampas correctas, metálicas, que são vendidas pela Cavan, e que custam 13,30€.
Possivelmente alguém ganha mais fazendo e desfazendo, do que fazendo bem à primeira.
Não sei, mas tenho o direito de desconfiar

2 de abril de 2019 às 09:55  

Publicar um comentário

<< Home