21.11.05

Mistérios da bola...

HÁ TEMPOS, apesar de o Boavista ir à frente no Campeonato, as primeiras páginas dos jornais da especialidade quase não falavam dele - e a situação (escandalosa, se analisada em termos puramente noticiosos) manteve-se mesmo quando ele chegou a Campeão Nacional!
Primeiras páginas dos diários desportivos a seguir ao fim-de-semana em que o Braga venceu o Benfica, mantendo a liderança na competição
Actualmente, e como se sabe, passa-se o mesmo com o Sporting de Braga.
Será justo? Eu sei que os critérios editoriais têm a ver, essencialmente, com quem compra jornais... mas mesmo assim...!
--
NOTA: Desde a adolescência que não tenho quaisquer preferências clubísticas. Este post deve ser entendido apenas como referência a um exemplo de uma situação informativa que não me parece correcta. Só isso.

7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Houve um dia em que o FCP ganhou uma prova importante no mesmo dia em que o SLB perdeu com o Belenenses.

No dia seguinte, as primeiras páginas dos jornais desportivos só davam destaque a:

«Autocarro do Benfica apedrejado».

De facto, essa imprensa "desportiva" só tem em conta as preferências futebolísticas dos leitores e, como órgãos informativos, deixam muito a desejar.

Mas é assim que a malta gosta e quem manda é quem paga o jornal...

21 de novembro de 2005 às 17:15  
Anonymous Anónimo said...

Passa-se a mesma vergonha com as eleições presidenciais:

Neste momento, NÃO HÁ UM ÚNICO CANDIDADATO (pois ainda ninguém entregou as 7500 assinaturas).
No entanto, a C.S. já decidiu quais são os "candidatos" que existem e os que não existem!!

21 de novembro de 2005 às 18:13  
Anonymous Anónimo said...

Os adeptos dos "grandes" (que é quem compra os jornais) babam-se com as patacoadas que dizem (e escreveriam, se o soubessem fazer) treinadores, dirigentes e jogadores.

Se sempre foi assim, pq é que ia agora ser diferente, passando eles a dar valor a outros que trabalham honestamente e, com muito esforço e poucos recursos, conseguem bons resultados?

Mais depressa esses jornais metem na 1ª pág. uma foto de um apanha-bolas do SLB, SCP ou FCP do que do Jesualdo Ferreira!

C.E.

21 de novembro de 2005 às 18:52  
Anonymous Anónimo said...

Mesmo no ano seguinte a vencer o campeonato, o Boavista ficou em 2º.
Nesse ano tb quase ninguém falava dele.

Tb qd o V. Setúbal ganhou a Taça de Portugal passou quase despercebido.

E.R.R.

21 de novembro de 2005 às 19:22  
Anonymous Anónimo said...

'pera aí... 'pera aí...
Gostava de dizer meia-dúzia de coisas, pode ser?
Uma. Concordo em absoluto com o seu reparo, caro Medina Ribeiro, só não entendo porque só reparou nisso agora que o cabeçalho vem a verde? e as outras seis edições anteriores, a vermelho, não lhe causaram urticária?
Duas. Acerca do Sp. Braga escreveu-se, falou-se, e bem, nas edições do dia anterior, Domingo, e, com outras noticias relacionadas, nos dias anteriores; mais do que justo, digo eu, e não chega para cobrir o défice de informação relativa a todas as outras equipas e todos os outros desportos que quase não contam para este "campeonato";
Três. Ainda por cima, o normal é abordar os chamados "pequenos" na perspectiva dos ditos "grandes" , vidé a edição de sexta-feira de "A Bola", por exemplo.
Quatro. Os estudos de mercado justificam alguma coisa mas não tudo efectivamente, e a estúpida "guerra surda" das tiragens muito menos...
Cinco. Num país de pouco mais de dez milhões, dos quais apenas uma infima parte não sofre de iliteracia, não será exagerado o número existente de diários desportivos, ainda mais se todos se dedicam, quase em exclusivo, ao "pontapé na chicha"?
Meia-dúzia. Por isso começo sempre pela última página e continuo em sentido contrário, até ao principio...

RF

21 de novembro de 2005 às 20:26  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Meu caro,

Eu estou-me «completamente nas tintas para o pessoal da bola-profissional»:

Causam-me TODOS urticária, como diz (numa expressão acertada).

Já lá vai o tempo em que eu sofria com isso.
Essa fase passou-me por volta dos 17 anos.

Abraço
e
obrigado pelo cometário

CMR

21 de novembro de 2005 às 20:36  
Anonymous Al said...

A mim passou-me aos vinte e tal mas a minha Senhora, que nunca ligou "bóia", começou a ficar "doida" aos 45. E esta hem?
Grande "gaita"!

22 de novembro de 2005 às 02:17  

Enviar um comentário

<< Home