19.6.07




Etiquetas:

8 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Todo este processo é «um monumento de ignomínia», como Eça dizia. E este documento pode ir direitinho para a Torre do Tombo, fazer companhia aos inúmeros outros que lá estão, e que relatam as bufarias da PIDE/DGS. A única diferença é que a "Prestimosa" usava a font "Courier" (a das máquinas de escrever). Estes preferem o "Comic"!

Ed

19 de junho de 2007 às 18:33  
Anonymous Anónimo said...

Se calhar foi escrito pelos macacos que se vêem na imagem do post anterior.

19 de junho de 2007 às 18:35  
Anonymous Anónimo said...

Todo este processo tresanda a ridículo. Mas o drama das pessoas ridículas (como a Sra. da DREN) é serem incapazes de se aperceberem de que o são.

19 de junho de 2007 às 19:05  
Anonymous Anónimo said...

Mas então no PS não há gente que diga «CHIÇA! BASTA DE PARVOÍCES COMO ESTA!»? Não percebem quanto uma coisa assim é corrosiva, para a Democracia e para o próprio PS?
Estão todos hipnotizados pelo J.S., e «Mééé... mééééé...»?

D.T.

19 de junho de 2007 às 19:37  
Anonymous Anónimo said...

Para a comicidade ser total, nem falta uma espécie de jurista a chamar "Engº" a quem não o é.

19 de junho de 2007 às 20:58  
Blogger Fernando Oliveira Martins said...

Embora o professor Charrua não fique lá muito bem na fotografia, é um pouco estranho ver o tratamento por Engenheiro a alguém devia estar a ser julgada por tal se auto-intitular.

Mas, a propósito de tal, repare-se no que foi colocado num Blog, em http://oescaninho.blogspot.com/search/label/charrua:

" O 'Caso Charrua'

A propósito deste lamentável episódio, que é no fundo um espelho daquilo que somos - um país que adora falar mal dos outros - só gostava de esclarecer, porque parece que há muita gente que não sabe nem acredita, que existe uma lei chamada Estatuto Discillinar dos Agentes da Administração Pública. Que vem de há muito."

Sugiro a leitura dos comentário a esse post, em:
https://www.blogger.com/comment.g?blogID=35274495&postID=5296805361807749889

19 de junho de 2007 às 21:14  
Anonymous Anónimo said...

Só chamaria um filho duma granda puta ao panilas medíocre se ele estivesse a prejudicar os portugueses e o país, "esse filho de uma grande puta" diria eu revoltado.

20 de junho de 2007 às 02:01  
Anonymous Anónimo said...

Para total desestabilização e fazendo "jus" ao "comic" :
Conta-se que numa pequena terra do interior norte de Portugal um homem foi presente a julgamento por ter chamado " filho da puta" ao Presidente de Câmara local, num evento público da terra.
Nas alegações o seu advogado chamando a atenção do Juiz para a necessidade de ter em conta os regionalismos, os usos e costumes de cada terra, condicionantes que determinavam a personalidade do seu cliente, apressou-se em esclarecer que na verdade, na terra, o que o arguido dissera representava grande elogio ao PC.
Quando um indivíduo é esperto, manhoso, lutador, vivo, diz-se que "filho da puta tão esperto ".
O homem foi absolvido.
Espantado, questionou o juiz : estou absolvido?
Resposta do juiz : agradeça ao " filho da puta" do seu advogado ...

22 de junho de 2007 às 11:22  

Publicar um comentário

<< Home