26.8.09

A cega teimosia do dr. Cavaco

Por Baptista-Bastos

As eleições estão à porta. O dr. Cavaco é o Presidente de alguns portugueses - e não, definitivamente, de todos.
QUEREMOS MESMO mudar as coisas? Queremos mesmo alterar os factores políticos que nos dominam? O social fornece o cenário, e o cenário é fixo; quero dizer: os códigos sociológicos indicam que somos extremamente conservadores, tementes a qualquer reportório que suscite a apreensão de perdermos os nossos protótipos electivos. Secularmente inculcados pela Igreja. O recente veto do dr. Cavaco à lei das uniões de facto é disso exemplo. Mas não deixa de constituir um absurdo, porque as "explicações" de Belém, aludindo aos "valores", alimentam múltiplas incertezas. (...)

Texto integral [aqui]

Etiquetas:

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

BRAVO!

APLAUDO DE PÉ!

Este seu texto (analise) é fabuloso!

Um enorme abraço

26 de agosto de 2009 às 12:18  
Blogger PMA said...

n posso discordar mais do q o autor aqui escreve..
com a sua bela escrita (é, sem duvida) repete à exaustão argumentos feito à medida do "ódio" q parece ter pelo Presidente..
n me parece q lhe fique bem..

1 de setembro de 2009 às 16:50  

Enviar um comentário

<< Home