25.10.09

Noites de Galileu

Por Nuno Crato

EM TODO O MUNDO, entre as noites da passada quinta e a de hoje, muitos milhares ou mesmo milhões de olhos estiveram virados para o céu, numa das mais espectaculares realizações deste Ano Internacional da Astronomia.
Esperemos que hoje, finalmente, não chova e que possamos juntar-nos aos cidadãos de todo o mundo que estão a replicar as observações que Galileu fez há 400 anos. (...)

Texto integral [aqui]

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Táxi Pluvioso said...

Ainda bem que a Ciência actualmente é uma feira.

26 de outubro de 2009 às 06:49  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Acabei de reler o livro de Serpa Pinto «Como eu Atravessei a África» (1878-9).

Há imensas referências aos cálculos da longitude usando o aparecimento e o eclipse do chamado "1.º satélite de Júpiter".

Para isso, ele tinha imenso cuidado com os cronómetros que trazia (a que era preciso dar corda todos os dias). Além do mais, um erro de alguns segundos correspondia a erros de milhas!

Quando ele chegava a lugares cuja longitude era conhecida com rigor, podia, ao invés, acertar os cronómetros.

26 de outubro de 2009 às 12:10  

Publicar um comentário

<< Home