26.11.09

«Dito & Feito»

Por José António Lima

O QUINHÃO DE AUTORIDADE perdida e de credibilidade desgastada que José Sócrates parecia ter recuperado com a vitória minoritária nas legislativas de 27 de Setembro esfumou-se em pouco mais de um mês com os danos colaterais com que foi atingido pelo processo ‘Face Oculta’.
(...)
O problema de Sócrates é, sobretudo, a rede de corrupção e tráfico de influências desvendada pela ‘Face Oculta’ envolver um círculo de personagens e fidelidades, de Armando Vara a Paiva Nunes, que lhe é muito próximo. É mais uma mancha, a juntar a outras de processos com ele relacionados e sempre mal explicados, na abalada imagem do primeiro-ministro. (...)

Texto integral [aqui]

Etiquetas: ,

1 Comments:

Blogger Sepúlveda said...

Começo a achar que é de propósito.

O homem não vai a lado nenhum, muito menos ser condenado. (Só ao esquecimento daqui a uns anos.) Entretanto, anda a importar o estilo Berlusconi: metido em tudo e mais alguma coisa do que é mau, mas nada se prova e nada acontece.

Até que ponto é possível que, mesmo por más razões, ser assim tão falado acabe por lhe ser favorável?
(Se fosse o Santana Lopes, a esta altura já teria sido assassinado, depois de várias partes lutarem pelo direito a fazê-lo.)

26 de novembro de 2009 às 21:43  

Publicar um comentário

<< Home