28.11.09

O 25 de Novembro - versão do Otelo

Por Antunes Ferreira

NA QUARTA-FEIRA foi mais um aniversário do 25 de Novembro. Que vivi «por dentro» como jornalista do Jornal Novo. Fui a muito sítio, desde a calçada da Ajuda até ao meu antigo quartel de aspirante a oficial miliciano, o Regimento de Infantaria 1, na Amadora, que então, passados uns bons anos, já se tornara na Regimento de Comandos.

Até estive nele, pois o Sargento Correia, que já era do meu tempo, Janeiro de 1964, estava à porta de armas e quando me viu abriu-a e disse-me para entrar pois eu continuava a ser da casa. O bom homem – era-o, garanto-vos – pensava que eu me ia juntar às forças do Jaime Neves, como o haviam feito, desde a manhã, outros cidadãos. (...)

Texto integral [aqui]

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger R. da Cunha said...

Aguardo a tal estória (e outras que conhece), pois a História também se faz dessa estórias. Isto, se, como é dito, o CMR estiver para aí virado.

28 de novembro de 2009 às 12:44  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

A publicação dos textos dos "contribuidores" deste blogue não depende de mim, mas sim deles.

Os únicos textos cuja afixação está dependente da minha vontade são os dos "autores convidados".

28 de novembro de 2009 às 12:54  

Publicar um comentário

<< Home