27.5.10

Renovando um velho desafio

A já famosa lagosta imortal
PARA acalmar Bruxelas, o Governo anunciou, pela enésima vez, que vai aplicar portagens nas três SCUT da Costa de Prata. E, também pela enésima vez, avançou com uma data: desta feita, é Julho de 2010...

Ora, como estamos em finais de Maio - e continuam a não nos dizer "como é que isso vai ser feito" -, palpita-me que o que se escreveu [aqui] se mantém totalmente válido, estando a lagosta cada vez mais idosa... mas de perfeita saúde!

Assim sendo, retomo o desafio:
quem quer apostar comigo um almoço de lagosta em como, em 1 de Agosto de 2010, as anunciadas portagens 100% electrónicas não estarão a funcionar?
.
NOTA: antes que alguém se precipite, sinto-me no dever de informar que, até hoje, a única pessoa que aceitou a aposta foi o próprio Mário Lino. Nessa altura - já lá vão 2 anos... -, a data em causa era 31 Dez 2008... e ele ainda me deve o correspondente almoço!

13 Comments:

Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

A aposta que proponho parece uma brincadeira, mas é MESMO A SÉRIO, e constará de um almoço (de lagosta, ou de custo equivalente) num restaurante da área de Lisboa à escolha do 1.º leitor que aceitar o repto.

O facto de, durante estes anos todos, ninguém ter aceitado o meu repto, diz tudo sobre a credibilidade que as pessoas atribuem ao que dizem os políticos - mesmo quando, em teoria, os apoiam.

27 de maio de 2010 às 10:32  
Blogger José Batista said...

Estive a pensar: arranjo maneira de Sócrates saber disto e, obstinado como ele é, acabo a ganhar a aposta...
Mas depois fazia 375 Km para ir a Lisboa comer lagosta?

27 de maio de 2010 às 10:43  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Meu caro,

Se ler bem o texto do link («A saga de uma lagosta sobrevivente»), verá que nem o próprio Mário Lino (meu colega do IST) aceitou seriamente o desafio...

Ou antes: ele até me disse que o aceitava, mas fê-lo com tão pouca convicção que o dispensei de pagar a aposta... que perdeu!

27 de maio de 2010 às 10:49  
Blogger Bartolomeu said...

Ainda não ha muito tempo, esfrangalhei um desses bichinhos que menciona, Medina Ribeiro. Foi no PedraAlta em Viana do Castelo e, percorri algumas SCUT à borliu.
Aposto aqui, agora, que em 1 de Agosto, voltarei ao Pedra Alta, utilizando as mesmas SCUT sem pagar... quer as SCUT, quer a lagosta.

27 de maio de 2010 às 10:52  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Como a aposta é a sério, relembro que ela se refere ao conjunto das 3 autoestradas e a portagens 100% electrónicas, e a funcionar em pleno.

Estão, pois, excluídos sistemas experimentais ou parciais.

27 de maio de 2010 às 11:27  
Blogger Mg said...

Claro que não estará nada pronto.
Um mês e pouco para colocar tudo prontinho e a funcionar?

Pois... deixa-me rir, como diria o Jorge Palma.

Lagosta? Também não seria por aí que apostava. Não gosto muito. Prefiro um bom bife. :)

Ah... a menos que seja para pagar o almoço: mas para isso não preciso de apostar.

27 de maio de 2010 às 11:38  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

"Mg"

O problema não é só o prazo. O problema é «prazo para montar o quê?»
As notícias de hoje revelam que eles ainda não fazem a mínima ideia.

NOTA: mesmo que o chip tivesse sido aprovado, o problema mantinha-se, para efeitos de portagens, porque ele teria de ser associado a uma conta bancária.

E ninguém pode ser obrigado a ter uma, nem os bancos podem ser obrigados a dá-la.

Assim sendo, muitas contas teriam de ser enviadas para casa, pelos CTT. E essas pessoas pagariam onde (dado que não teriam MB)? Nas Payshops? Nas estações dos Correios?

Alguém está a imaginar isso a funcionar realmente?

O curioso, é que nem os meus numerosos amigos pró-governo acreditam nele...

27 de maio de 2010 às 11:46  
Blogger GMaciel said...

Isto é mais uma daquelas casas em que o governo manda fazer o telhado e quando o quer montar, verifica que faltam as estruturas onde ele seria colocado.

Somos peritos nisto, caroço!

27 de maio de 2010 às 12:18  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Curiosidade:

Voltei a encontrar o Mário Lino, recentemente (na cerimónia em que o CPC foi agraciado), e falei-lhe do assunto. Mas ele, em vez de combinar o almoço que me deve, mostrou-se desagradado com a conversa!

Ao menos, podia ter-me respondido: «Lagosta? Jamais!»

27 de maio de 2010 às 12:52  
Blogger R. da Cunha said...

Não se preocupe em criar qualquer provisão ou pedir uma garantia bancária, já que é um encargo (o almoço de lagosta ou similar) que não vai ter. É uma bota bem difícil de descalçar.

27 de maio de 2010 às 18:30  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

R. da Cunha,

Repare-se que, ano após ano, eu aposto que - neste caso das portagens das SCUT -, o Governo mente descaradamente, e nem os seus apoiantes mais incondicionais acreditam nele...

Até agora, a aldrabice ficava em casa (e ninguém se preocupava muito com isso); mas neste momento "fia mais fino", pois passou a ser um compromisso internacional.

Vamos, então, ver...

27 de maio de 2010 às 18:40  
Blogger Miro Teixeira said...

Meu caro Carlos Medina Ribeiro, eu até apostava consigo, porém sou de Vila do Conde, e estou em fase de preparação para o buzinão na A28 no dia 2 de Junho, a experimentar diferentes tipos de buzinas e coisas do género, além disso, também sou alérgico ao marisco. De qualquer forma, acredito que perderia a aposta consigo.

27 de maio de 2010 às 20:41  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Neomiro,

Para já, não gaste nervos nem gasolina.

Acredite que o Governo não sabe MESMO como pôr em prática as portagens 100% electrónicas (tirando a Via-Verde, claro - mas que ninguém pode ser obrigado a ter)

27 de maio de 2010 às 20:48  

Publicar um comentário

<< Home