18.9.07

PASSEIO ALEATÓRIO

Milhões nas Olimpíadas de Matemática

Por Nuno Crato

Imagem da equipa portuguesa com o João Guerreiro (medalha de ouro portuguesa) ao centro, de camisola laranja

TERMINA HOJE EM COIMBRA uma semana muito movimentada. A cidade e a universidade foram palco da final das Olimpíadas Ibero-Americanas, uma competição em que estiveram presentes equipas de 23 países, incluindo Portugal.
No momento em que escrevemos não se conhecem ainda os medalhados. Esperemos que a equipa portuguesa tenha tido um bom resultado. Mas o facto de aqui termos chegado é já muito bom.
É a primeira vez que Portugal acolhe este evento, que culmina o trabalho de muitos estudantes e de muitas equipas de professores. Os que estão em Coimbra representam o melhor dos seus países. E são o resultado de competições matemáticas que envolveram um número espantoso de concorrentes: cerca de 20 milhões! Sim, é verdade, foram cerca de 20 milhões de jovens da Península Ibérica, da América latina e de Moçambique que se inscreveram nas olimpíadas matemáticas que conduziram a esta final. Desses estudantes foram feitas selecções sucessivas — locais, regionais e nacionais. O caminho até Coimbra foi longo. E foi proveitoso para todos. Não só para os finalistas, que ao longo de muitos meses se foram treinando e aumentado a sua preparação matemática e a sua ginástica de raciocínio, como para todos os jovens que se envolveram, mesmo os que foram eliminados no início. Todos contactaram com problemas novos, quase todos se entusiasmaram, num momento ou noutro, por terem conseguido vencer um desafio que julgavam inultrapassável.
A resolução de problemas é uma parte essencial do treino matemático e do treino para a vida. Boa sorte para os nossos olímpicos!
Adaptado do «Expresso» de 15 de Setembro de 2007

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger bananoide said...

Parabéns aos medalhados portugueses... Recebemos uma medalha de ouro!

Vi a sua participação ontem no programa Sociedade Civil. Excelente debate e participação.

Parabéns!

18 de setembro de 2007 às 11:23  
Blogger R. da Cunha said...

O resultado foi óptimo. Mas reflectirá ele a média do valor dos alunos portugueses?

18 de setembro de 2007 às 22:50  

Publicar um comentário

<< Home