10.10.07

«Então o nosso almocinho de lagosta?»

Há algum tempo, farto de ouvir a história interminável das SCUT que hão-de um dia deixar de o ser, afixei, num post intitulado «Vamos almoçar, Mário Lino?», um desafio-aposta que envolve uma almoçarada de lagosta.
Entretanto, já passou muito tempo e ninguém aceitou o repto; e o assunto estava em risco de cair no esquecimento, quando surgiu esta notícia de hoje, que motivou alguns mails de amigos a perguntarem se a aposta se mantém.
Pois não só se mantém, como prolongo o respectivo prazo de validade por mais uma semana, embora, por razões que só têm a ver com o meu estômago e com o malfadado colesterol, esteja limitada ao primeiro apostador que, em comentário, se manifeste disponível para esse agradável repasto, cuja conta-dupla um dos dois há-de pagar...

Etiquetas:

5 Comments:

Blogger bananoide said...

Olhe que palavra de ministro não volta atrás, por isso tem que ter cuidado. Já viu alguma vez um ministro dizer hoje uma coisa e amanhã dizer outra? Se ele diz, é assim que vai ser!

Pode começar a pôr de lado o dinheirinho para lhe pagar a lagosta...

:)

Um abraço

10 de outubro de 2007 às 21:40  
Blogger R. da Cunha said...

A notícia está mal redigida, pois o correcto seria: "o governo está trabalhando" e, assim, o CMR vai ganhar o almocinho, que eu não vou pagar!

10 de outubro de 2007 às 23:10  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Sim, o título não está de acordo com o texto, e este é que está correcto:

O Governo está a PENSAR, a PREPARAR, a ESTUDAR, a TRATAR, etc

Já ouvimos o mesmo para a data de 31 de Outubro...

Repare-se que o assunto principal (o COMO É QUE VAI SER FEITO) é sempre omitido. E o problema principal está aí.

11 de outubro de 2007 às 00:05  
Anonymous Anónimo said...

Ou seja não vai ser feito, eles não têm a minima ideia... o populista é o outro!
pedro oliveira

11 de outubro de 2007 às 10:30  
Anonymous Duarte R. said...

Já ouvimos falar em fotografar as matrículas (e mandar a conta para casa!), já ouvimos falar em "chips" a instalar em todos os carros (delírio?!)...

Sejá lá que solução for escolhida, não é crível que até ao fim deste ano esteja a funcionar.

Resumindo: eu também não aceito a aposta!

11 de outubro de 2007 às 12:42  

Enviar um comentário

<< Home