16.9.08

Portugal para turistas

Foto obtida [aqui]
Por Alice Vieira
NEUZA TEM 23 ANOS, nasceu em Brasília, onde vive com um namorado português, meu amigo, que lhe prometeu mostrar a pátria assim que pudesse.
Caíram-me há dias no colo.
Traziam no corpo mais de dois mil quilómetros em estradas portuguesas, e agora ela queria conhecer Lisboa.
“Tenho um almoço de negócios”, disse-me ele ao telefone, “podes tratar dela esta tarde?”.
Nunca fui grande cicerone, ainda por cima agora, que um vírus qualquer anda a fazer-me a vida negra, provocando-me tantas dores no corpo e um tal cansaço que parece que passo dias inteiros na estiva.
Mas não podia dizer que não, e lá fui apanhar a Neuza à esplanada da Brasileira – completamente fascinada pelas pessoas, pelo bacalhau, pelos pastéis de nata, pelos ovos moles, pelos palácios, pelas caves de vinho do Porto.
(...)
Texto integral [aqui]

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Táxi Pluvioso said...

Os escritores, por pura vaidade, cometem sempre o mesmo erro. O problema não é o país, são os portugueses que lhes falta capacidades, excepto para apoiar a selecção de futebol, ouvir fado e visitar Fátima como quer não quer a coisa. E depois do golpe militar de Abril forrar a barriguinha com culinária.

17 de setembro de 2008 às 03:01  
Blogger Blondewithaphd said...

Mas é tão bom ser cicerone em Lisboa... Andar de eléctrico com uma caixa de pastéis de Belém a acompanhar a excursão... Onde é que mais há isto?

17 de setembro de 2008 às 17:13  

Publicar um comentário

<< Home