9.12.08

Trinta por uma linha

SEGUNDO SE LÊ [aqui], Guilherme Silva sugeriu que haja plenários da Assembleia da República apenas à terça, quarta ou quinta-feira, para evitar o problema das faltas dos deputados que saem mais cedo para o fim-de-semana.
A sugestão é óptima, mas a ideia faz-me lembrar uma velha anedota em que um indivíduo, que ia apanhar o comboio, era advertido, por um amigo, para que evitasse a primeira e a última carruagens, pois são as mais perigosas.
- Mas então porque é que as põem?! - perguntava ele, confuso.
NOTA: este texto veio a ser publicado no «Destak» de 12 Dez 08.

Etiquetas:

6 Comments:

Blogger Goretti said...

Não vou dizer aquilo que me está a passar pela cabeça neste momento...

9 de dezembro de 2008 às 20:34  
Blogger Buriti said...

Definitivamente, os políticos acham que os portugueses são todos uns imbecis. Isto ainda vai acabar mal!

9 de dezembro de 2008 às 20:42  
Blogger Pedro Boavida said...

Acho muito bem!

Desde que este regime se aplique também a professores, médicos e enfermeiros colocados longe das suas famílias.

E, já agora também aos militares e forças policiais que estão em Timor, no Kosovo, no Líbano, etc.

Todos deviam poder passar o fim-de-semana com os seus entes queridos.

9 de dezembro de 2008 às 21:42  
Blogger Karocha said...

Ainda não percebi se nos estamos a rir ou a fingir, o Pais está como está e ninguém faz nada...
E a justiça Senhores?

10 de dezembro de 2008 às 22:02  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Mudei o título para «Trinta por uma linha», e foi com esse que o jornal «Destak» hoje o afixou.

12 de dezembro de 2008 às 10:28  
Blogger Oscar Maximo said...

Talvez se possa evitar a 1* e ultima carruagens usando carruagens-airbags, muito pequenas e com material absorvente (de impactos)

13 de dezembro de 2008 às 10:39  

Publicar um comentário

<< Home