28.4.09

O homem útil e o génio

Por Nuno Crato
QUEM ESTEJA a aproveitar os eventos do Ano Internacional da Astronomia para observar o Sol em segurança terá notado que a nossa estrela se apresenta agora sem as famosas manchas escuras. Assim tem acontecido há já algum tempo. Em 2008, o Sol apresentou-se limpo 266 dos 366 dias desse ano. E, em 2009, o número total de dias limpos ultrapassa já 90, ou seja, cerca de 90% dos dias decorridos. É vulgar o Sol apresentar-se sem manchas. Mas não é habitual observar uma pausa tão prolongada. Desde 1913 que tal não acontecia.
As manchas solares são tempestades magnéticas gigantescas que originam erupções de matéria, provocam aumentos bruscos do campo magnético e emitem uma radiação intensa, nomeadamente nos ultravioletas. (...)
Texto integral [aqui]

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Sepúlveda said...

Então, com menos manchas solares no presente, será que podemos dizer q o próximo ano terá mais tendência a ser frio?

Os "al goristas" são capazes de vir dizer que ou é por termos aquecimento global que não está mais frio ou que está mais frio por já se fazer muito para combater esse mesmo aquecimento. Talvez esta "ciência climática" seja uma espécie de astrologia.

28 de abril de 2009 às 13:20  

Publicar um comentário

<< Home