16.8.08

O LEITOR R. da Cunha enviou-nos uma sequência de 3 fotografias relacionadas com esta cena: funcionários encarregados da recolha do lixo vêem o seu trabalho dificultado devido ao estacionamento irregular de uma carrinha.
As 2 fotos seguintes, que contam como a história acabou, podem ser vistas [aqui]...

Etiquetas:

3 Comments:

Blogger Pedro Boavida said...

Eu tenho uma filha com paralesia cerebral.
E também tenho um carro devidamente identificado com o dístico de deficientes.
Além disso tenho à porta do meu prédio um espaço devidamente assinalado, pela Camara Municipal de Lisboa com a matrícula do carro.

Durante um tempo fui um "gajo porreiro" e só metia um papel a chamar à atenção a quem estacionava no "meu" lugar.

Também fazia uma lista desse mesmo pessoal: Marca, Modelo, Matrícula, Data e Hora.

Depois de 3 ou 4 repetentes desistí.

Hoje em dia chamo o reboque e em vez do civismo ganhar, ganha o estado com as coimas.

16 de agosto de 2008 às 22:52  
Anonymous Anónimo said...

Um retrato muito fiel do nosso civismo. Infelizmente.

19 de agosto de 2008 às 08:44  
Blogger Carlos Medina Ribeiro said...

Pelo formato dos ecopontos e pelos dizeres no camião, a cena não parece ser cá em Portugal.

19 de agosto de 2008 às 09:39  

Publicar um comentário

<< Home