13.5.10

O milagre dos pastorinhos

Por C. Barroco Esperança

LEMBRO-ME do velho Hospital Distrital de Leiria e da magnífica escadaria de mármore partida a camartelo para se proceder a obras de remodelação, depois de retirada a foto imponente do virtuoso bispo D. Manuel de Aguiar sob cujos auspícios fora construído o edifício.

No respectivo piso, entre várias enfermarias, ficavam as Medicinas. Na de Mulheres havia uma mesinha de cabeceira que dava nas vistas pela parafernália de senhoras de Fátima, pastorinhos e outras imagens pias que a ornamentavam. Ficava junto à cama de uma paralítica que, durante a noite, se arrastava até junto das camas de outras doentes para lhes impedir o descanso.

Gozava essa internada da fama de má e da inimizade de outras doentes mas era a dilecta do Director do Serviço, Dr. Felizardo, enternecido com a devoção e extasiado com as suas imagens de santos e veneráveis. (...)

Texto integral [aqui]

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger GMaciel said...

Nada terá a ver com o texto, mas seria interessante perguntarmo-nos porque razão cá veio este papa agora. Será por causa da indiscutível quebra do número de fiéis no santuário e respectiva quebra de receitas?

Nah! Maledicência minha.

13 de maio de 2010 às 14:32  

Publicar um comentário

<< Home