12.11.15

A fátua do aiatola de Boliqueime

Por C. Barroco Esperança 
O aiatola de Boliqueime solicitou ao xeique de Massamá que orientasse as orações na mesquita de S. Bento e pusesse o vice-mullah a acomodar os amigos. Apesar de serem poucos os devotos e de se acharem fatigados os incréus, o aiatola apelou à dissidência entre os hereges e lançou uma fátua contra os insubmissos.
 Nenhum jihadista surgiu a executar a fátua, nenhum quis 72 virgens, rios de mel doce e, quiçá, uma vivenda à beira-céu. Nem um só devoto se voluntariou para transportar bombas da Rua de São Caetano ou do Largo do Caldas para o Largo do Rato, R. Soeiro Pereira Gomes ou R. da Palma. Os jihadistas do ELP e do MDLP já estão em lares ou em perpétua defunção. Só alguns dissidentes se reuniram à porta fechada na Bairrada, pouco Seguros, a marcar lugar para o dia de Juízo Final no Vale de Josafat do próximo congresso do PS. A zitaseabrização de Assis foi o haraquíri prematuro, pouco honroso e mal acompanhado.
 Perante a ausência de voluntários para o martírio, o aiatola empossara os seus jihadistas e ajudantes, indiferente aos adversários que o desprezam e que, em inédito ecumenismo, decidiram pôr fim ao califado neossalazarista.
 O terrorismo verbal continua nos jornais, madraças juvenis e televisões mas o jejum do poder no longo ramadão da incerteza deixou-os ressentidos e vingativos, mas exaustos.
 Reina a incerteza na Europa e no Mundo mas o pior PR, o pior Governo e a pior maioria da segunda República portuguesa já marcaram viagem para Meca a fim de apedrejarem o Diabo. Precisam de longo jejum do poder para se civilizarem e cumprirem o primeiro pilar, acreditarem nos programas dos seus partidos.
 Na última terça-feira foi celebrado o requiem por esta direita. Aguarda-se que a direita civilizada regresse aos partidos de que foi expulsa pelos extremistas que os confiscaram. 
-
Ponte Europa / Sorumbático

Etiquetas:

9 Comments:

Blogger opjj said...

Não lhe aconselho um psiquiatra porque estes, como dizia há muitos anos um colega alentejano de SERPA. Os psiquiatras levantam problemas e depois andam a estudar a forma de os resolver.
Como eu gostaria que todos fossem tão inteligentes como a sua pessoa! Ao toque do indicador, todos teríamos o paraíso na Terra. Empregos bem pagos e muitos, Sol, Praia, Férias. A terra a quem a trabalha deu tantos frutos que, saneados das propriedades, vieram as unidades colectivas de produção. Foi um fartar de riqueza. Nunca mais importamos trigo e milho dos EUA! Pão que nós comemos produzido com a nossa farinha. Ontem comprei batatas francesas e castanhas espanholas. Hoje peixe do Chile. Somos autosuficientes com cabeças progressivas como a sua.
Passe bem e seja racional e menos lunático.A constituição enche barriga e por isso como se vê, não há fome.

12 de novembro de 2015 às 18:37  
Blogger Leo said...

Não foi terrorismo, foi cupidez e desespero de um político que apunhalou um "camarada", o então líder, para chegar ao poder com a promessa de uma vitória que o eleitorado não lhe conferiu, apoiado por uns testículos de esquerda que apenas participam na festa mas não entram.

O Kaczynski tem muita razão quando diz que o esquerdista trata de fugir de sua correia psicológica e reafirmar sua autonomia rebelando-se. Mas normalmente não é suficientemente forte ao ponto de rebelar-se contra os valores mais básicos da sociedade. Em termos gerais, as finalidades dos esquerdistas de hoje NÃO estão em conflito com a moral estabelecida. Quer dizer, a esquerda toma um princípio da moral estabelecida, adota-o a sua maneira e então acusa a corrente maioritária da sociedade de violar esse princípio.
Inverte o ónus com a retórica.

13 de novembro de 2015 às 01:31  
Blogger Cochise said...

"Os jihadistas do ELP e do MDLP já estão em lares". Pois estarão, mas como se pode ver há pelo menos dois que têm acesso ao computador da sala de convívio e se entretêm, afincadamente, a disparar nas caixas de comentários dos blogs. Será que isso também dá direito às 72 virgens? Se sim, percebo o empenho.

13 de novembro de 2015 às 10:18  
Blogger José Batista said...

Algo que a extrema direita tem feito é disseminar uns "troianos" pela blogosfera, a fim de tentarem neutralizar as vozes de esquerda. Alguns cumprem com zelo. Mesmo optando por não os ler, comportam-se como carraças no fito de fazerem calar as vozes que combatem. E o combate poderia até ser interessante, se o debate de ideias lhes interessasse, mas não é o caso. Por isso se servem de tudo: a ofensa gratuita, a mentira, a deturpação, o achincalhamento, etc.
Que a caravana avance, seja qual for a barulheira, tão serena, firme e determinada quanto atenta.
É o que se (nos) exige.

13 de novembro de 2015 às 23:25  
Blogger Leo said...

Eishhh... tanta sensibilidade.

Sr. José Batista, posso perguntar-lhe o que ainda combatem as vozes da "esquerda"?

É que ao colocar-se ao lado do PS a esquerda deixa cair as suas bandeiras políticas, nomeadamente, a saída do euro, a saída da ONU, a nacionalização dos bancos, o aumento da taxação do grande capital, por aí fora.

O que sobra, pergunto?

14 de novembro de 2015 às 08:30  
Blogger Leo said...

PS: e até a mais básica das suas reivindicações, o rompimento do Tratado Orçamental.

14 de novembro de 2015 às 08:33  
Blogger ilha da lua said...

Os tempos mudaram...e, num repente os" mercados" comandam a vida...

Mas, continuo a acreditar.

"Há sempre alguém que resiste!
Há sempre alguém que diz não!"

14 de novembro de 2015 às 21:47  
Blogger Adelino Ferreira said...

Este comentário foi removido pelo autor.

16 de novembro de 2015 às 03:05  
Blogger Leo said...

Hummm...

17 de novembro de 2015 às 21:24  

Enviar um comentário

<< Home